Svetlana Alexievich: a voz de uma geração

  • Natasha Ribeiro
    Natasha Ribeiro
    06/10/2020 . min de leitura

A ganhadora do Nobel busca representar a vontade dos manifestantes em Belarus, apesar da intimidação do regime de Alexander Lukashenko.

*por Natasha Ribeiro

De Chernobyl à experiência das crianças durante a Segunda Guerra Mundial, há quase 40 anos a escritora bielorrussa Svetlana Alexievich vem produzindo sua própria versão notável da história soviética. Não é nenhuma surpresa que hoje, aos 72 anos, ela faça parte de um novo capítulo dessa história ao servir como porta-voz dos manifestantes na crise de Belarus.

Svetlana vem sendo uma importante figura de oposição ao ditador Alexander Lukashenko, no poder desde 1994 e que se elegeu novamente de maneira controversa no último dia 9 de agosto. Segundo informações oficiais da comissão eleitoral, o presidente obteve 80,2% dos votos, mas as pesquisas estavam prevendo um resultado bem diferente. Justamente por isso, apesar de Lukashenko ter reivindicado a vitória, a maioria dos cidadãos bielorrussos acredita que a verdadeira vencedora seja Svetlana Tsikhanouskaya, uma dona de casa de 37 anos que se tornou candidata da oposição depois que seu marido, que tentava concorrer à presidência, foi preso, junto com outro candidato em potencial.

Tsikhanouskaya foi forçada a ir para o exílio no dia seguinte ao início dos protestos, mas, ao ver a mobilização de milhares de pessoas nas ruas, decidiu criar o Conselho de Coordenação (CC) para a transferência pacífica do poder em Belarus, formado por bielorrussos proeminentes – ativistas, profissionais dos mais diversos setores, inclusive escritores e artistas – que esperam representar a vontade dos manifestantes. Porém, a maioria dos integrantes foi presa ou forçada ao exílio.

O último membro da formação original do Conselho é justamente Svetlana Alexievich. A escritora tem resistido à todas as tentativas de intimidação do regime. De acordo com a agência de notícias Reuters, Svetlana relatou que desde o início das ondas de protestos, além de ter recebido uma série de “ligações anônimas”, homens “estranhos” que, presumiu ela, trabalhavam para os serviços de segurança do presidente Lukashenko, tocaram sua campainha durante a noite. No dia seguinte ao episódio, cerca de 15 pessoas, entre embaixadores, outros diplomatas e intelectuais, se reuniram em sua casa em Minsk, capital de Belarus. O objetivo era acompanhar a escritora para testemunhar o que quer que pudesse acontecer à ela – “uma espécie de resistência pela presença”, afirmou Svetlana em entrevista. Ainda de acordo com a Reuters, Linas Linkevicius, ministro das Relações Exteriores da Lituânia, também afirmou que diplomatas foram ao apartamento de Alexievich para monitorar a situação, “e de uma certa maneira fazer a sua defesa, porque é mais difícil recorrer a métodos brutais com um corpo diplomático ao redor”.

Mesmo diante de protestos em massa e greves em grande escala de trabalhadores industriais, o ditador Lukashenko se recusa a negociar. Nas ruas, a cada nova manifestação, forças especiais prendem, de maneira aleatória, manifestantes e civis. A maioria vem sendo detida por vários dias e depois liberada; mas outros simplesmente desapareceram e pelo menos dois ativistas da oposição foram encontrados mortos. Só nos protestos que aconteceram no último domingo (4), segundo fontes ligadas ao The Viasna Human Rights Centre, cerca de 225 pessoas foram presas – entre elas, 17 jornalistas. Sem contingente para suprimir diretamente os protestos, o plano de Lukashenko parece ser aterrorizar e exaurir o povo até que todos desistam e voltem para casa.

Mas essa intimidação não vem funcionando – principalmente com Svetlana Alexievich. No dia 26 de agosto, a escritora foi convocada a comparecer perante o Comitê de Investigação – a autoridade central do Ministério Público em Belarus. As ações judiciais do Ministério são contra pessoas que fazem parte do Conselho de Coordenação, acusado de “convocar ações contra a segurança nacional” – que são passíveis de penas de três a cinco anos de prisão. Na audiência, Svetlana se recusou a responder às perguntas dos investigadores. Segundo citações de agências de notícias russas, a bielorrussa afirmou que recorreu ao “direito de não depor contra mim mesma” e que não se sentia culpada de nada. Ainda destacou que “o Conselho de Coordenação não tem outros objetivos a não ser consolidar a sociedade e sua formação é absolutamente legítima”.

Quando criou o Conselho de Coordenação, a então candidata à presidência, Svetlana Tsikhanouskaya, selecionou os participantes a partir de um grupo de voluntários que havia se inscrito. Mesmo após a formação original, o Conselho continuou aceitando inscrições. De acordo com Svetlana Alexievich, em entrevista concedida à revista norte-americana The New Yorker, quase sete mil pessoas se inscreveram e, no início de setembro, foram escolhidos 120 integrantes que agora vão compartilhar o poder de decisão. Ao contrário dos nomes da formação original do Conselho, as identidades dos novos participantes do que agora é chamado de Conselho Expandido serão mantidas em segredo, em uma tentativa de protegê-los da prisão.

Mas segundo citações de agências de notícias russas, o presidente Alexander Lukashenko disse que não há o que debater com a oposição. Porém, desde o início dos protestos em 9 de agosto, ele chegou a citar, mais de uma vez, a possibilidade de uma nova eleição presidencial e também de uma suposta reforma constitucional. Mas afirmou ser cedo demais para dizer quando isso poderia acontecer.

Segundo especialistas, a única eleição legítima de Lukashenko teria sido a primeira, em 1994. Na época, apenas um mês após assumir o cargo, ele tomou o controle das televisões do país e, em 1996, dissolveu o Parlamento e o Tribunal Constitucional por meio de um referendo – com isso, ele concedeu a si mesmo o direito de legislar. Desde então, a oposição passou a ser reprimida. Observadores internacionais viram problemas nas quatro eleições seguintes e, neste ano, não foram autorizados a ir ao país. Além disso, observadores independentes internos também dizem ter sido impedidos de fiscalizar a votação deste ano.

Posse secreta e a resposta da União Europeia

No final de agosto, Alexander Lukashenko prestou juramento para o seu sexto mandato presidencial em um evento excepcional, mantido em sigilo – o anúncio da sua posse só foi anunciado pela agência oficial Belta e pela presidência depois de concluída. Ainda de acordo com a Ucrânia, os embaixadores não foram convidados, como de costume. Segundo declaração oficial da presidência bielorrussa, 700 pessoas compareceram.

Em seu discurso de posse, Lukashenko afirmou que Belarus “resistiu a uma revolução de cor” – apelido dado na ex-URSS aos movimentos populares que expulsaram os regimes autoritários do poder desde o início de 2000 na Ucrânia, Geórgia e Quirguistão. E continuou “Mas estamos entre os únicos, isso se não formos os únicos, onde a ‘revolução de cor’ não funcionou. É a decisão dos bielorrussos, que não queriam a queda de seu país”. Para o ditador, essas revoltas foram apoiadas pelo “Ocidente” – que pretendiam derrubá-lo para usar Belarus como um trampolim para uma suposta guerra contra a Rússia. Vale lembrar que o país é conhecido como “a última ditadura da Europa”.

O ministro das Relações Exteriores da Lituânia, Linas Linkevicius, ironizou a cerimônia secreta com uma publicação em seu Twitter: “Que farsa! Eleições fraudulentas, posse fraudulenta”. Já o porta-voz do governo alemão, Steffen Seibert, declarou em coletiva de imprensa que “não foram cumpridas as exigências mínimas para eleições democráticas”

Em 19 de setembro, uma semana antes da cerimônia de posse, os líderes da União Europeia (UE) já haviam declarado não reconhecer o resultado das eleições presidenciais. A UE ameaça adotar sanções contra o governo de Belarus, mas ainda não chegou a um acordo sobre o tema.

Liderança Feminina e Nobel da Paz

Não por acaso, a declaração mais energética após o anúncio da posse de Alexander Lukashenko no dia 23 de setembro, foi a da então candidata Svetlana Tikhanovskaya, principal rival do presidente: “essa posse alegada é claramente uma farsa”, denunciou em um comunicado no aplicativo Telegram.

Em entrevista ao jornal alemão Deutsche Welle (DW), Felix Krawatzek, do Instituto ZOIS de Estudos sobre a Europa Oriental, afirmou que, para ele, a força das manifestações nas ruas após a eleição está intimamente ligada às três políticas da oposição: Svetlana Tikhanovskaya, Maria Kolesnikova e Veronika Tsepkalo. “Com um misto de autenticidade, modéstia e credibilidade, elas conseguiram mobilizar as pessoas. Dessa forma, elas mesmas encorajam outras mulheres do país a se tornarem politicamente ativas”, frisa Krawatzek.

Nas eleições de 2010 e 2015, quando também já havia suspeitas de fraude, chegaram a acontecer protestos nas grandes cidades – porém, com menor participação popular e também menor duração. Os atuais protestos já duram quase dois meses. Ainda para Felix Krawatzek, “o diferente desta vez é a liderança forte e simbolicamente carregada da oposição, além de uma esperança real de acontecer uma mudança fundamental”

Ativista em protesto na Avenida da Independência em Minsk, Belarus. Foto: Sergei Bobylev/TASS/Sipa USA

O cientista político ainda lembra que, inicialmente, eram os jovens que saíam às ruas e que a pandemia do novo coronavírus também acabou atuando como um catalisador – já que muitos, especialmente os mais novos, perderam seus empregos. O fato de Belarus não ter tido algum tipo de política de restrição para tentar conter o vírus, fez com que “houvesse grandes dúvidas se o regime realmente se importava com seu povo”, diz Krawatzek.

Agora, apesar de todos os grupos etários e de diferentes classes sociais poderem ser vistos nas manifestações, as mulheres vem ganhando destaque: descalças, usando roupas brancas e com flores nas mãos, sempre que possível, elas abraçam policiais uniformizados e colocam flores em seus equipamentos de proteção. “Isso mudou a estratégia de protesto: a violência do Estado é confrontada com um contrapeso pacífico”, comenta ainda o cientista político em entrevista ao jornal alemão DW.

Só para se ter uma ideia, segundo a agência humanitária bielorrussa The Viasna Human Rights Centre, entre os mais de 80 manifestantes presos em uma manifestação realizada no sábado, 26 de setembro, pelo menos 80% eram mulheres. Não por acaso a principal opositora política de Lukashenko, Svetlana Tsikhanouskaya, costuma fazer discursos direcionados às mulheres em sua conta no Telegram. “Vocês são fortes e invencíveis” e não poupa críticas à polícia “e os próprios homens que, escondendo o rosto, usam a força contra as mulheres? É possível viver em paz com esses homens?”.

A chanceler alemã Angela Merkel expressou em discurso, na última quarta-feira (30), a admiração pelas mulheres que protestam contra o regime bielorusso. “A coragem das mulheres nas ruas de lá, lutando por uma vida de liberdade e contra a corrupção, só posso dizer: ‘Admiro isso’”, afirmou. A chanceler aproveitou a oportunidade para reiterar que seu governo não reconhece a alegada vitória eleitoral de Alexander Lukashenko, pedindo que o presidente bielorrusso tente “entrar em diálogo com seu povo, sem interferência do leste ou do oeste”. 

Enquanto os líderes da União Europeia seguem reunidos em uma cúpula em Bruxelas para tentar estipular possíveis sanções contra o governo autoritário de Belarus, Angela Merkel anunciou que irá se encontrar com a opositora Svetlana Tsikhanouskaya hoje (6) em Berlim.

Tsikhanouskaya é justamente uma das três articuladoras políticas que fazem parte da gerência do Conselho de Coordenação – apontadas como as principais lideranças femininas no país, elas tiveram destinos diferentes desde o início das ondas de protestos. Svetlana se exilou na Lituânia logo após a eleição, com medo das ameaças à sua família. A opositora Maria Kolesnikova teria sido presa após se recusar a deixar o país – ela já havia declarado que preferia enfrentar prisões e repressões a sair de Belarus em busca de exílio. Já Veronika Tsepkalo, cujo marido, o ex-embaixador em Washington, Valeri Tsepkalo, teve seu registro negado como candidato e fugiu para a Rússia para escapar da prisão, também deixou o país para se reunir a ele

Em protestos em julho, três mulheres levantando retratos das lideranças Sviatlana Tsikhanouskaya, Veronika Tsepkalo, e Maria Kolesnikova. Foto: Uladz Hrydzin – Radio Free Europe / Liberty 

Restou à escritora e Nobel da Paz bielorrussa Svetlana Alexievich a função de “não ir para lugar algum”, como afirmou no início do mês para o repórter Masha Gessen em entrevista à revista The New Yorker. Logo que Alexander Lukashenka assumiu o poder, em 1994, a escritora deixou Belarus. Ela passou uma década vivendo em diferentes países europeus, escrevendo seus livros entre bolsas de estudos e residências. Em 2005, Alexievich confidenciou também a Gessen que havia chegado à conclusão de que estava errada ao pensar que “poderia deixar Lukashenka de fora”. No ano seguinte, a bielorrussa voltou para Minsk –

“não quero que ele diga que eu fugi. Eu não quero que as pessoas percam a última esperança que resta. Então, estarei aqui até o fim”.

Svetlana vem cumprindo sua promessa. Não é a primeira vez que a autora não é uma figura bem-vinda em seu próprio país – quando, em 2015, recebeu o prêmio Nobel de Literatura, foi recebida com indignação pela mídia russa controlada pelo estado, que alegou que ela havia ganhado apenas por causa de suas opiniões contra o presidente russo, Vladimir Putin.

Além disso, sofreu muitas críticas por seus livros serem baseados exclusivamente em entrevistas, reunidas como uma série de monólogos, não mediados por comentários da própria autora. A história oral não foi reconhecida como pesquisa profissional pela Academia Russa de Ciências, e os livros de Alexievich atraíram repetidos ataques em seu país – onde o estado sempre manteve o controle rígido de sua história por meio da mídia e dos livros escolares, garantindo uma manipulada memória coletiva vitoriosa do passado.

Svetlana foi perseguida justamente pelo testemunhos subversivos e angustiados, obtidos de pessoas comuns, sobre temas que abrangem as eras soviética e pós-soviética, com foco em seus pontos de trauma e por meio de memórias individuais. Juntos, seus seis livros formam uma série que ela chama de “A Crônica da Grande Utopia ou A História do Homem Vermelho”. 

Sua obra de estreia em 1985, A Guerra Não Tem Rosto de Mulher, retrata a saga das soldadas soviéticas que lutaram durante a Segunda Guerra Mundial, contada pelas próprias personagens. Seu segundo livro, Menino de Zinco (1991), traz depoimentos sobre a brutalidade da guerra soviético-afegã. Já Enchanted with Death (1994; ainda sem tradução no Brasil – “Encantados pela morte”, em tradução livre), reflete sobre o trauma de uma nação com a queda da União Soviética. A obra é considerada uma das mais “pesadas”, por relatar suicídios e tentativas de suicídios. Em Vozes de Tchernóbil: crônica do futuro (1997), o pano de fundo é o pior acidente nuclear da história. Enquanto em As últimas testemunhas: crianças na Segunda Guerra Mundial (2004), Svetlana reúne depoimentos de sobreviventes que, quando crianças, testemunharam os horrores do conflito. Em 2013, lançou seu último livro: O fim do Homem Soviético, onde examina justamente o fim da União Soviética. 

A obra de Svetlana Alexievich deu voz a toda uma sociedade soviética que se esforçou para encontrar sentido ao enorme sofrimento que experimentou durante o século XX. Ao que parece, a bielorrussa continua a escrever mais um capítulo da história de seu país. Agora, no século XXI.


  • Natasha Ribeiro
    Natasha Ribeiro

    Natasha Ribeiro é jornalista e já trabalhou e colaborou em veículos como Middle East Eye, BBC Brasil, SporTV, GloboNews e Veja. Após viver quase dois anos em Beirute, hoje escreve e fala sobre Oriente Médio, política internacional, conflitos, migrações e crises humanitárias.


Natasha Ribeiro
Natasha Ribeiro

Natasha Ribeiro é jornalista e já trabalhou e colaborou em veículos como Middle East Eye, BBC Brasil, SporTV, GloboNews e Veja. Após viver quase dois anos em Beirute, hoje escreve e fala sobre Oriente Médio, política internacional, conflitos, migrações e crises humanitárias.

💌 Segundou para o CACDista raiz n. #38

  • Avatar
    Clipping
    05/10/2020 . min de leitura

05 de Outubro: dia em que nasceu nossa Constituição de 1988.

Constituição da República Federativa do Brasil de 1988,vulga CF/88. Documento que, para muitos, tem o mérito de contribuir para assegurar o mais longo período de estabilidade institucional da história republicana brasileira, e o maior número de itens Crt+C Ctrl+V no TPS.

Partiu decorar 🧐

Rumo à 38ª edição do #segundou 💌 


Nessa edição, você encontra as seguintes seções:

  1. Última chamada: Curso “EUA: manutenção do poder num mundo em transformação”
  2. Expectativa x Realidade: Carreira diplomática na balança! 
  3. Atualiza aí: alguns destaques para você dar o “up” nos fichamentos aí…
  4. Quote da semana: pq às vezes citar é preciso
  5. O Clipping Recomenda: pq nem apenas de CACD vive o CACDista
  6. Segue aí: Perfis que circulam conteúdos de qualidade
  7. Agenda da Semana: data, temas e horário das aulas

É CACDista e quer receber gratuitamente conteúdo no seu inbox toda segunda-feira?

Deixe seu melhor email abaixo 👇


Rumo às atualizações CACDísticas 👇

1. Última chamada! 🚨

Começa amanhã, dia 6 de Outubro!  Vai ser épico evai ter certificado!

Tanguy Baghdadi e Daniel Sousa conduzirão mais um curso em Petit Jounal + Clipping. Dessa vez, o objetivo é apresentar as reflexões estratégicas mais atualizadas sobre a maior potência mundial. A anatomia dos EUA em detalhes em uma análise de conjuntura atualizada reflexos do atual cenário para a política externa norte-americana. Ver ementa completa neste link aqui!


2. Expectativa x Realidade

Carreira diplomática na balança! 

No último dia 01 de Outubro, JD e o diplomata Hayle Gadelha debatem se a realidade da carreira diplomática corresponde à expectativa. Uma live sobre perguntas difíceis e pouco exploradas. Reality check! 

Live expectativa x realidade – Clipping CACD – (vídeo de 1:16 minutos) – Bate papo entre o Prof. João Daniel e o diplomata Hayle Gadelha sobre a realidade da carreira diplomática. Destaque para a atuação do diplomata Hayle Gadelha e sua atuação com diplomacia pública na Embaixada brasileira em Londres ao final da live.


3. Atualiza aí

Atrasou com a leitura dos clippings?
Alguns destaques para você dar o “up” nos fichamentos aí…

1. Velho normal
Na quarta-feira, dia 30, o governo argentino informou que, em agosto, o Brasil voltou a ser o principal parceiro comercial do país. Essa é uma posição tradicionalmente ocupada pelo Brasil, mas que ficou com a China, entre março e junho de 2020. De acordo com o MDIC, em agosto de 2020, o Brasil exportou US$ 726 milhões para a Argentina, e importou US$ 619 milhões. Além do Brasil e da China, os principais parceiros comerciais da Argentina são: Estados Unidos, Vietnã, Chile, Paraguai, Índia e Alemanha


2. No discurso
Na quarta-feira, dia 30, o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, defendeu a soberania brasileira sobre os recursos naturais do país, criticou “a cobiça internacional na Amazônia” e responsabilizou ONGs por crimes ambientais, em discurso gravado para a Cúpula da Biodiversidade da ONU. Bolsonaro reiterou que seu governo “mantém firme o compromisso com o desenvolvimento sustentável e com a gestão soberana dos recursos brasileiros.” Bolsonaro ainda disse que o Brasil estará sempre aberto a contribuir para um debate fundamentado no respeito aos três pilares da Convenção de Diversidade Biológica: a conservação, o uso sustentável e a repartição de benefícios.

3. Um milhão
Na segunda-feira, dia 28, a pandemia de COVID-19 registrou a marca de 1 milhão de mortos ao redor do mundo. São mais de 33 milhões de infectados pelo vírus, em 213 países. O Brasil registra o segundo maior número de óbitos, atrás somente dos Estados Unidos. Atualmente, o continente asiático, especialmente o subcontinente indiano, registra a maior aceleração das transmissões e do número de mortes. Além disso, um novo aumento dos números de infecções e de óbitos vem sendo registrado na Europa. O discurso oficial é o de que o  Brasil integra esforços de cooperação regional, no âmbito do MERCOSUL e do PROSUL, para trocar experiências e informações no combate à COVID-19, além de engajar-se no âmbito multilateral, sobretudo na OMS, para garantir que, uma vez desenvolvida uma vacina, ela seja tratada como bem público global.

 4. Outros destaques
Há outros 11 tópicos relevantes passíveis de serem cobrados no TPS na última semana. Não deixe de conferir esses 13 pontos para atualização compilados aqui [link restrito para assinantes do Clipping] 🔒

⚠️ ATENÇÃO

O acompanhamento dos destaque acima não substituem a atualização diária por acompanhamento dos clippings, cuja leitura na íntegra é fortemente recomendada a candidatos de todos os níveis. Além das notícias selecionadas, recomenda-se ao candidato o fichamentos de todas as seções “⭐ Vale lembrar” incorporadas nos clippings diários. Elas trazem comentários às notícias, com objetivo de contextualizar o candidato sobre como o tema pode ser cobrado na prova. Esse conteúdo pode ser acessado aqui [link restrito para assinante]

ClippingCast, o podcast do Clipping, está disponível gratuitamente para quem  não assina o Clipping. Ele traz outras atualizações que não podem deixar de ser feitas pelo CACDista. Ouça aqui 🎧👇


4. Quote da semana

Pq às vezes citar é preciso…

What dreadful hot weather we have! It keeps me in a continual state of inelegance”

Jane Austen

5. O Clipping Recomenda

Pq nem apenas de CACD vive o CACDista quarentenado

Praia dos Ossos  – Rádio Novello – (podcast serial de 8 episódios): Década de 70, Uma socialite, um playboy, uma praia paradisíaca, um assassinato, uma confissão. Excelente produção que, coloca narra um conhecido caso real, colocando nova perspectiva sobre o feminicídio, crime para o qual o Brasil ocupa quinta posição.

A voz do atleta brasileiro  – Revista Gama – (leitura de 9 minutos) – Esporte e política se misturam? Matéria debate a questão do posicionamento política de atletas no Brasil.

Senado x Itamaraty: como é trabalhar em cada órgão – Canal do YoutubeHeitor Torres – (live de 58 minutos): Conversa entre os amigos Heitor Torres, diplomata desde 2013, e Ivan, Analista Legislativo desde 2012. Conversa descontraída.


6. Segue aí

Perfis que circulam conteúdos de qualidade

Guilherme Praça:  Perfil no Instagram: Prof. de História, Guilherme Praça compartilha com leveza conhecimentos que vão de cinema, cultura pop e história. Destaque para abordagem de questões raciais nas artes. 


7. Agenda das aulas

Marca aí…

Seguimos essa semana pelos Cursos do Clipping… e segue aí o cronograma das aulas da semana 
 

Segue abaixo a agenda de aulas da semana

⚠ OBS: Clique na aula em que deseja se inscrever para assistir ao vivo.

Segunda-feira (05/10)

⏰ 09:00 – Aula do Curso de Aprofundamento em Economia com a Prof. Daniel Sousa

Assunto: “Aula 2.”

⏰ 17:00 – Aula do Curso de Aprofundamento em Direito Constitucional com o Prof. Guilherme Paião

Assunto: “Aula 2.”

Terça-feira (06/10)

⏰ 10:00 – Aula do Curso de Aprofundamento em Francês com a Profa. Gilda Gama

Assunto: “Aula 2.”

⏰ 14:00 – Aula do Curso de Competência Escrita em Francês com a Profa. Gilda Gama

Assunto: “Aula 2.”

⏰ 14:00 – Aula do Curso de Aprofundamento em Inglês com a Profa. Rachel Lourenço

Assunto: “Aula 2.”


⏰ 21:00 –  Aula do Curso “Estados Unidos: manutenção do poder num mundo em transformação” com os Profs. Tanguy Baghdadi e Daniel Sousa

Assunto: “Os EUA do século XXI: desafios de uma potência global”

Quarta-feira (07/10)

⏰ 10:00 –  Aula do Curso de Aprofundamento em Política Internacional com o Prof. Tanguy Baghdadi

Assunto: “Aula 2.”

⏰ 13:00 – Aula do Curso de Aprofundamento em Direito Internacional Público com o Prof. Patrick Luna

Assunto: “Aula 2.”

⏰ 16:30 – Aula do Curso de Aprofundamento em Português com o Prof. Guilherme Aguiar

Assunto: “Aula 2.”

Quinta-feira (07/10)

⏰ 10:00 – Aula do Curso de Aprofundamento em Espanhol com a Profa. Alejandra Bermúdez

Assunto: “Aula 2.”

⏰ 14:00 – Aula do Curso de Competência Escrita em Espanhol com a Profa. Alejandra Bermúdez

Assunto: “Aula 2.”

⏰ 17:00 – Aula do Curso de Aprofundamento em Geografia com o Prof. João Felipe

Assunto: “Aula 2.”

Sexta-feira (08/10)

***Sem aulas

Sábado (09/10)

⏰ 09:30 – Aula do Curso de Aprofundamento em História com o Prof. João Daniel

Assunto: “Aula 2.”


O conteúdo animou sua segunda-feira e quer recebê-lo gratuita e semanalmente no seu inbox?

Só deixar aí abaixo o email 👇


Gostou do conteúdo?

Ajude a gente a levar ele mais longe para mais pessoas, clique no botão abaixo e compartilhe.

Uma ótima semana 🧡

Comentários? Feedbacks? Comenta aí abaixo


  • Avatar
    Clipping

    Uma plataforma de estudos capaz de te ajudar a estudar com autonomia, através de planos de estudo, roteiros de leitura, mapas mentais, resumos e simulados.


Avatar
Clipping

Uma plataforma de estudos capaz de te ajudar a estudar com autonomia, através de planos de estudo, roteiros de leitura, mapas mentais, resumos e simulados.

💌 Segundou para o CACDista raiz n. #37

  • Avatar
    Clipping
    28/09/2020 . min de leitura

28 de Setembro: Dia em que nasceram 2 leis sobre 1 mesmo tema. Ambas muuuuuito cobradas no CACD.

A primeira delas é a Lei Rio Branco (1871), também conhecida como “Lei do Ventre Livre”, que declarava livre filhos de escravas nascidos a partir daquela data. A Segunda é a Lei dos Sexagenários, também chamada Lei Saraiva-Cotegipe (1885) que garantiu liberdade aos escravos com 60 anos de idade ou mais, mediante indenização aos proprietários.

Pq ambas são de 28 de Setembro? Terias? Manda para a gente 🧐

Rumo à 37ª edição do #segundou 💌 


Nessa edição, você encontra as seguintes seções:

  1. Na íntegra e grifado: Manifestação do Itamaraty em defesa da política ambiental brasileira
  2. Atualiza aí: alguns destaques para você dar o “up” nos fichamentos aí…
  3. Quote da semana: pq às vezes citar é preciso
  4. O Clipping Recomenda: pq nem apenas de CACD vive o CACDista
  5. Agenda da Semana: data, temas e horário das aulas

É CACDista e quer receber gratuitamente conteúdo no seu inbox toda segunda-feira?

Deixe seu melhor email abaixo 👇


Rumo às atualizações CACDísticas 👇

1. Na íntegra e grifado

Saiu manifestação importante do Itamaraty no dia 22 de Setembro com argumentos em defesa da política ambiental brasileira. Concordando ou não é o discurso do governo brasileiro e, para fins de CACD, é o que conta e será cobrado em prova. Para quem tem pouco tempo, segue na íntegra e grifado. 

Nota conjunta do MRE e do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – Documento oficial  (leitura de 5 minutos):  Resposta do Itamaraty ao relatório encomendado pelo governo francês sobre o impacto do Acordo Mercosul-UE. Para fins de CACD, traz argumentos e dados oficiais sobre a política ambiental brasileira. 


2. Atualiza aí

Atrasou com a leitura dos clippings?
Alguns destaques para você dar o “up” nos fichamentos aí…

1. Aumentando
Na segunda-feira, dia 21, o governo dos EUA anunciou o aumento da quota destinada ao Brasil para as importações norte-americanas de açúcar, durante o período 2019-2020. Com o anúncio, a quota para o açúcar brasileiro passará das atuais 230 mil toneladas para 310 mil toneladas. Trata-se da terceira ampliação do limite da quota brasileira, em 2020. Desde o início do ano, a participação do Brasil no total das importações de açúcar dos EUA elevou-se de 13,7% para 20,3%. A iniciativa insere-se no âmbito da Declaração Conjunta sobre o Comércio de Etanol entre o Brasil e os Estados Unidos, emitida em setembro.

2. Cutucando
Na terça-feira, dia 22, durante a 75º Sessão da Assembleia Geral da ONU, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, dedicou grande parte de seu discurso para falar sobre a China. Trump voltou a nomear o vírus da COVID-19 de “vírus chinês”, além de criticar a postura da China e da OMS por supostamente omitirem informações a respeito da propagação inicial do vírus no país asiático, ainda em janeiro deste ano. Trump também ressaltou que os EUA estão finalmente confrontando a China por suas “décadas de abuso” no comércio internacional, em referência à guerra comercial e à paralisação do Órgão de Apelação da OMC. Em resposta, o líder chinês, Xi Jinping, declarou que a China “não tem intenção de travar uma guerra fria ou quente com nenhum país”. Trump também ressaltou o papel dos EUA no que considera ser um conjunto histórico de acordos de normalização de relações diplomáticas entre Israel e Emirados Árabes Unidos e Israel e Bahrein, convocando outros países árabes a fazerem compromissos semelhantes.

3. Respondendo
Na terça-feira, dia 22, o Itamaraty emitiu nota oficial para contestar um relatório feito pela França, sobre a relação entre o capítulo comercial do Acordo de Associação MERCOSUL-UE e o desmatamento na Amazônia. De acordo com o MRE, o acordo não representa qualquer ameaça ao meio ambiente, à saúde humana e aos direitos sociais. Ao contrário, reforça compromissos multilaterais e agrega as melhores práticas na matéria. O Itamaraty enfatiza, ainda, que, graças ao esforço de implementar uma forte legislação ambiental, mais 66% do território brasileiro é coberto por vegetação nativa. A produção agropecuária limita-se a cerca de 30% do território, do qual 8% está dedicado à agricultura e 22% à pecuária. O comunicado destaca que todo o MERCOSUL busca implementar agenda modernizadora com vistas a conciliar aumento de competitividade/produtividade com padrões elevados de sustentabilidade ambiental. [Ver nota na íntegra e grifada]

4. Outros destaques
Há outros 11 tópicos relevantes passíveis de serem cobrados no TPS na última semana. Não deixe de conferir esses pontos para atualização compilados aqui [link restrito para assinantes do Clipping] 🔒

⚠️ ATENÇÃO

O acompanhamento dos destaque acima não substituem a atualização diária por acompanhamento dos clippings, cuja leitura na íntegra é fortemente recomendada a candidatos de todos os níveis. Além das notícias selecionadas, recomenda-se ao candidato o fichamentos de todas as seções “⭐ Vale lembrar” incorporadas nos clippings diários. Elas trazem comentários às notícias, com objetivo de contextualizar o candidato sobre como o tema pode ser cobrado na prova. Esse conteúdo pode ser acessado aqui [link restrito para assinante]

ClippingCast, o podcast do Clipping, está disponível gratuitamente para quem  não assina o Clipping. Ele traz outras atualizações que não podem deixar de ser feitas pelo CACDista. Ouça aqui 🎧👇


3. Quote da semana

Pq às vezes citar é preciso… 

“O verdadeiro patriotismo é o que concilia a pátria com a humanidade.”

Joaquim Nabuco

4. O Clipping Recomenda

Pq nem apenas de CACD vive o CACDista quarentenado

Messiah compex: how Brazil made Bolsonaro – Foreign Affairs– (leitura de 7 minutos): Análise sobre a política interna brasileira na Foreign Affairs, um dos principais think tanks amercianos. Destaque para o curioso uso de “interiorzão” e de termos brasileiros no texto e suas respectivas traduções. 

Live o que faz um diplomata: especial AGNU – Curso CACD – (vídeo de 1:26 minutos) – Na vibe da Assembleia Geral da ONU, os diplomatas Bruno Rezende, Hugo Lins e Laura Delamônica falam sobre a rotina diplomática, cerimonial e os bastidores da Assembleia.

Me escrevam me escrevam – QuatroCincoUm– (leitura de 7 minutos): Correspondência inédita de Clarice Lispector traz cartas para João Cabral de Melo Neto, Mário de Andrade e aponta histórias familiares e revela seu o crush por Marlon Brando.


5. Agenda das aulas

Marca aí…

Seguimos essa semana pelos Cursos do Clipping… e segue aí o cronograma das aulas da semana 
 

Segue abaixo a agenda de aulas da semana

⚠ OBS: Clique na aula em que deseja se inscrever para assistir ao vivo.

Segunda-feira (28/09)

⏰ 09:00 – Aula do Curso de Aprofundamento em Economia com a Prof. Daniel Sousa

Assunto: “Aula 1.”

⏰ 17:00 – Aula do Curso de Aprofundamento em Direito Constitucional com o Prof. Guilherme Paião

Assunto: “Aula 1.”

Terça-feira (29/09)

⏰ 10:00 – Aula do Curso de Aprofundamento em Francês com a Profa. Gilda Gama

Assunto: “Aula 1.”

⏰ 14:00 – Aula do Curso de Competência Escrita em Francês com a Profa. Gilda Gama

Assunto: “Aula 1.”

⏰ 14:00 – Aula do Curso de Aprofundamento em Inglês com a Profa. Rachel Lourenço

Assunto: “Aula 1.”

Quarta-feira (30/09)

⏰ 10:00 –  Aula do Curso de Aprofundamento em Política Internacional com o Prof. Tanguy Baghdadi

Assunto: “Aula 1.”

⏰ 13:00 – Aula do Curso de Aprofundamento em Direito Internacional Público com o Prof. Patrick Luna

Assunto: “Aula 1.”

⏰ 16:30 – Aula do Curso de Aprofundamento em Português com o Prof. Guilherme Aguiar

Assunto: “Aula 1.”

Quinta-feira (01/09)

⏰ 10:00 – Aula do Curso de Aprofundamento em Espanhol com a Profa. Alejandra Bermúdez

Assunto: “Aula 1”

⏰ 14:00 – Aula do Curso de Competência Escrita em Espanhol com a Profa. Alejandra Bermúdez

Assunto: “RESUMO: Estratégias de organização das ideias.”

⏰ 17:00 – Aula do Curso de Aprofundamento em Geografia com o Prof. João Felipe

Assunto: “Aula 1.”

Sexta-feira (02/09)

***Sem aulas

Sábado (03/09)

⏰ 09:30 – Aula do Curso de Aprofundamento em História com o Prof. João Daniel

Assunto: “Aula 1.”


O conteúdo animou sua segunda-feira e quer recebê-lo gratuita e semanalmente no seu inbox?

Só deixar aí abaixo o email 👇


Gostou do conteúdo?

Ajude a gente a levar ele mais longe para mais pessoas, clique no botão abaixo e compartilhe.

Uma ótima semana 🧡

Comentários? Feedbacks? Comenta aí abaixo


  • Avatar
    Clipping

    Uma plataforma de estudos capaz de te ajudar a estudar com autonomia, através de planos de estudo, roteiros de leitura, mapas mentais, resumos e simulados.


Avatar
Clipping

Uma plataforma de estudos capaz de te ajudar a estudar com autonomia, através de planos de estudo, roteiros de leitura, mapas mentais, resumos e simulados.

💌 Segundou para o CACDista raiz n. #36

  • Avatar
    Clipping
    21/09/2020 . min de leitura
Segundou para o CACDista Raiz #36

21 de Setembro: Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência. 

Motivo da escolha da data? Bom, no Brasil, a data 21 de setembro foi escolhida pela proximidade da primavera, e do surgimento das flores. Vale lembrar que essa data não se confunde com o Dia “Internacional” das Pessoas com Deficiência, que é comemorado em 3 de Dezembro.

Falando em “internacional”, os direitos das pessoas com deficiência têm tido destaque na agenda da ONU. A Convenção das Nações Unidas sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência e seu Protocolo Facultativo foi adotada em 2006 e entrou em vigor 2008. O Brasil é um país signatário e incorporou a convenção desde 2009, tendo adotado a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência em 2015.


Rumo à 36ª edição do #segundou 💌 


Nessa edição, você encontra as seguintes seções:

  1. Look Closer: Palácio Itamaraty e Mondadori
  2. Atualiza aí: alguns destaques para você dar o “up” nos fichamentos aí…
  3. Quote da semana: pq às vezes citar é preciso
  4. O Clipping Recomenda: pq nem apenas de CACD vive o CACDista
  5. Agenda da Semana: data, temas e horário das aulas

É CACDista e quer receber gratuitamente conteúdo no seu inbox toda segunda-feira?

Deixe seu melhor email abaixo 👇


Rumo às atualizações CACDísticas 👇

1. Resumido e 100% gratuito

Atenção: está no no ar, um resumo e roteiro de leitura de um dos temas mais cobrados no CACD: reconhecimento da independência do Brasil. O material é Made in Clipping, gratuito e foi baseado no capítulo III de A diplomacia na construção do Brasil, de Rubens Ricupero. Enjoy! 

+ Reconhecimento da independência do Brasil  Kderno  (leitura de 15 minutos):  Resumo de um dos temas mais cobrados no CACD, com 5 questões exclusivas com gabarito comentado e recomendações de leituras complementares e vídeos


2. Atualiza aí

Atrasou com a leitura dos clippings?
Alguns destaques para você dar o “up” nos fichamentos aí…

1. Rompendo
No sábado, dia 12, o norte-americano Maurício Claver-Carone foi eleito o novo presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) com 30 votos favoráveis, incluindo do Brasil, e 16 abstenções. É a primeira vez, em sessenta anos, que um natural dos Estados Unidos assume a presidência da instituição, rompendo uma longa tradição de latino-americanos e de caribenhos à frente da instituição. Com o objetivo de fomentar o desenvolvimento na região, o BID foi criado no âmbito das demandas da Operação Pan-Americana, proposta pelo governo de Juscelino Kubitschek. Diferentes países mostraram-se contrários à eleição de um norte-americano, em especial a Argentina, o Chile e o México. Entretanto, os EUA angariaram o apoio de importantes atores no hemisfério, como o Brasil, a Colômbia e o Uruguai.

2. Comunicando
Na quarta-feira, dia 16, os membros do Fórum de Diálogo Índia, Brasil e África do Sul (IBAS) divulgaram um comunicado ministerial conjunto sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU. No momento em que as Nações Unidas comemoram seu 75º aniversário, os membros do IBAS enfatizam a necessidade de a comunidade internacional redobrar esforços e reforçar o compromisso de alcançar progresso tangível para uma reforma acelerada e abrangente do Conselho de Segurança. Índia, Brasil e África do Sul consideram necessário alcançar uma arquitetura de governança internacional mais inclusiva, responsiva e participativa, sobretudo com maior presença dos países emergentes e em desenvolvimento, nos órgãos de tomada de decisão das principais organizações internacionais. Para os membros do IBAS, o fracasso em reformar o Conselho de Segurança tem sérias implicações para a paz e a segurança internacionais.

3. Relatando
Na quarta-feira, dia 16, a Missão Internacional de Verificação de Fatos sobre a Venezuela, criada, em 2019, pelo Conselho de Direitos Humanos da ONU, com apoio brasileiro, publicou relatório em que aponta crimes lesa-humanidade no país. No documento, a missão expõe a ocorrência de execuções extrajudiciais, de desaparecimentos forçados, de detenções arbitrárias, de tortura e de outros tratamentos cruéis, desumanos ou degradantes cometidos naquele país, desde 2014.  O relatório aponta o envolvimento de Nicolás Maduro, bem como o de outros representantes do regime, em crimes contra a humanidade, a serem investigados por tribunal competente, e na falta de disposição ou capacidade da justiça nacional, pelo Tribunal Penal Internacional. Em nota oficial, o Itamaraty afirmou que o Brasil espera que o relatório mobilize toda a comunidade internacional a trabalhar pela extinção do regime ditatorial de Maduro e pela libertação da Venezuela.

 4. Outros destaques
Há outros 11 tópicos relevantes passíveis de serem cobrados no TPS na última semana. Não deixe de conferir esses 9pontos para atualização compilados aqui [link restrito para assinantes do Clipping] 🔒

⚠️ ATENÇÃO

O acompanhamento dos destaque acima não substituem a atualização diária por acompanhamento dos clippings, cuja leitura na íntegra é fortemente recomendada a candidatos de todos os níveis. Além das notícias selecionadas, recomenda-se ao candidato o fichamentos de todas as seções “⭐ Vale lembrar” incorporadas nos clippings diários. Elas trazem comentários às notícias, com objetivo de contextualizar o candidato sobre como o tema pode ser cobrado na prova. Esse conteúdo pode ser acessado aqui [link restrito para assinante]

ClippingCast, o podcast do Clipping, está disponível gratuitamente para quem  não assina o Clipping. Ele traz outras atualizações que não podem deixar de ser feitas pelo CACDista. Ouça aqui 🎧👇


3. Quote da semana

Pq às vezes citar é preciso… 

“Sociedade é unidade na diversidade”

George Hebert Mead

4. O Clipping Recomenda

Pq nem apenas de CACD vive o CACDista quarentenado

+ As canções brasileiras mais regravadas de todos os tempos Blog do Clipping – (leitura de 9 minutos): Matéria exclusiva sobre como a música brasileira chega ao mundo. Ao final, listagem com as 10 músicas mais regravadas.

+ Solarpunk Solarpunk Is Growing a Gorgeous New World in the Cracks of the Old One – SingularityHub   – (leitura de 7 minutos) – Entre uma estética, uma ideologia e um manifesto, esse termo encoraja, em contraposição ao ciberpunk, visões otimistas do futuro sob a luz das presentes, como questões climáticas.

Pesquisadora encontra possível texto inédito de Machado de Assis, um perfil sobre Dom Pedro II O Globo – (leitura de 4 minutos): Será?


5. Agenda das aulas

Marca aí…

Seguimos essa semana pelos Cursos do Clipping… e segue aí o cronograma das aulas da semana 

Segue abaixo a agenda de aulas da semana

⚠ OBS: Clique na aula em que deseja se inscrever para assistir ao vivo.

Segunda-feira (21/09)

*Sem aulas

Terça-feira (22/09)

⏰ 14:00 – Aula do Curso de Competência Escrita em Francês com a Profa. Gilda Gama

Assunto: “Resumo 2 + gramática aplicada ao texto.”

⏰ 21:00 – Aula Gratuita Petit Journal

Assunto: “NBA e Netflix: cultura americana e poder global.”

Quarta-feira (23/09)

*Sem aulas

Quinta-feira (24/09)

*Sem aulas

Sexta-feira (25/09)

*Sem aulas


O conteúdo animou sua segunda-feira e quer recebê-lo gratuita e semanalmente no seu inbox?

Só deixar aí abaixo o email 👇


Gostou do conteúdo?

Ajude a gente a levar ele mais longe para mais pessoas, clique no botão abaixo e compartilhe.

Uma ótima semana 🧡

Comentários? Feedbacks? Comenta aí abaixo


  • Avatar
    Clipping

    Uma plataforma de estudos capaz de te ajudar a estudar com autonomia, através de planos de estudo, roteiros de leitura, mapas mentais, resumos e simulados.


Avatar
Clipping

Uma plataforma de estudos capaz de te ajudar a estudar com autonomia, através de planos de estudo, roteiros de leitura, mapas mentais, resumos e simulados.

💌 Segundou para o CACDista raiz n. #35

  • Avatar
    Clipping
    14/09/2020 . min de leitura
Segundou para o CACDista Raiz

14 de Setembro: aniversário de Alexander Von Humbolt (1769-1859), que é considerado pai da Geografia Moderna e mestre de questões controversas no TPS. 

Foi cobrado em 4 itens de TPS. Seu irmão, Wilhelm von Humboldt, caiu 1 vez no TPS, (na prova de HM). Alexander viajou pela América do Sul, explorando-a e descrevendo-a pela primeira vez de um ponto de vista científico. Percorreu um total de 9650 km, tanto a pé, a cavalo ou em canoas. No Brasil, foi impedido de permanecer (os portugueses consideraram-no um possível espião alemão). Falando em América do Sul, hoje é também dia internacional da Capivara, maior roedor do mundo e espécie 100% latino-americana.

Rumo à 35ª edição do #segundou 💌 


Nessa edição, você encontra as seguintes seções:

  1. Look Closer: Palácio Itamaraty e Mondadori
  2. Atualiza aí: alguns destaques para você dar o “up” nos fichamentos aí…
  3. Quote da semana: pq às vezes citar é preciso
  4. O Clipping Recomenda: pq nem apenas de CACD vive o CACDista
  5. Agenda da Semana: data, temas e horário das aulas

É CACDista e quer receber gratuitamente conteúdo no seu inbox toda segunda-feira?

Deixe seu melhor email abaixo 👇


Rumo às atualizações CACDísticas 👇

1. Look Closer 🔍 👀

Pois é…

Este não é o Itamaraty!  Nem está em Brasília! Tem matéria exclusiva no Confira no Blog sobre a história dessa curiosa semelhança. Clique no link abaixo 👇

Os traços que unem o Palácio Itamaraty e Mondadori  Blog do Clipping  (leitura de 7 minutos):  Curiosa história sobre as semelhanças entre o Palácio Itamaraty e Mondadori. Matéria exclusiva para o Blog do Clipping assinado por Cíntia Lopes.


2. Atualiza aí

Atrasou com a leitura dos clippings?
Alguns destaques para você dar o “up” nos fichamentos aí…

1. Declarando
Na sexta-feira, dia 04, o governo brasileiro declarou “personae non gratae” os representantes diplomáticos, consulares e administrativos do regime ilegítimo da Venezuela. A declaração de “persona non grata” é prerrogativa que os Estados possuem para indicar que um representante oficial estrangeiro não é mais bem-vindo em seu território. A Venezuela pode retirar seu pessoal diplomático, consular e administrativo do Brasil, podendo também esses representantes permanecerem no país, sem status diplomático ou consular nem imunidades e privilégios correspondentes. Sem essas imunidades, os representantes do regime de Nicolás Maduro passam a estar passíveis de expulsão do Brasil.

2. Reunindo
Na sexta-feira, dia 04, ocorreu a Reunião de Ministros das Relações Exteriores do BRICS. Os ministros, liderados pela presidência pro tempore da Rússia, debateram questões políticas, de segurança, econômicas, comerciais, financeiras e de desenvolvimento sustentável no âmbito internacional e regional. Os ministros reafirmaram o compromisso conjunto pela reforma da organização, no sentido de ampliar a representatividade dos países em desenvolvimento. Além disso, os ministros enfatizaram o papel central da OMC na promoção da previsibilidade, estabilidade e segurança jurídica para o comércio internacional. Assim, ressaltaram a necessidade de reativar o mecanismo de solução de controvérsias da organização, que se encontra paralisado desde novembro de 2019.

3. Reformando
Na terça-feira, dia 08, o governo de Belarus propôs uma reforma constitucional e uma eleição presidencial e parlamentar para 2022. O anúncio busca propor uma saída para a crise política instaurada no país desde a polêmica reeleição do presidente Alexander Lukashenko, em agosto. A reforma, apresentada no âmbito da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE), prevê a redução dos poderes do Chefe de Estado em detrimento de um governo parlamentarista e deve ser aprovada por um referendo popular. No entanto, a proposta ainda não conseguiu aliviar as tensões entre oposição e governo. Lukashenko, apesar de admitir ter ficado tempo demais no cargo, não considera a possibilidade de renúncia e não negociará mudanças institucionais em Belarus com a oposição.

 4. Outros destaques
Há outros 11 tópicos relevantes passíveis de serem cobrados no TPS na última semana. Não deixe de conferir esses 11 pontos para atualização compilados aqui [link restrito para assinantes do Clipping] 🔒

⚠️ ATENÇÃO

O acompanhamento dos destaque acima não substituem a atualização diária por acompanhamento dos clippings, cuja leitura na íntegra é fortemente recomendada a candidatos de todos os níveis. Além das notícias selecionadas, recomenda-se ao candidato o fichamentos de todas as seções “⭐ Vale lembrar” incorporadas nos clippings diários. Elas trazem comentários às notícias, com objetivo de contextualizar o candidato sobre como o tema pode ser cobrado na prova. Esse conteúdo pode ser acessado aqui [link restrito para assinante]

ClippingCast, o podcast do Clipping, está disponível gratuitamente para quem  não assina o Clipping. Ele traz outras atualizações que não podem deixar de ser feitas pelo CACDista. Ouça aqui 🎧👇


3. Quote da semana

Pq às vezes citar é preciso…

“Nenhum vento sopra a favor de quem não sabe para onde ir.”

Sêneca

4. O Clipping Recomenda

Pq nem apenas de CACD vive o CACDista quarentenado

Harvard historian examines how textbooks taught white supremacy – Harvard Gazzete – (leitura de 7 minutos): Entrevista com o historiador de Harvard lança luzes sobre o ensino da história nos EUA e a relação com o fomento da supremacia branca desde o século XIX até os dias atuais.

Os EUA e a China estão em uma corrida armamenstista quântica que transformará a guerra – MIT Technology Review   – (leitura de 7 minutos) – Texto explora sobre o impacto da computação quântica nas dinâmica da geopolítica contemporânea.

O fim da cultura foodie  – Elástica oficial – (leitura de 7 minutos): Reflexões sobre começo do fim da onda da gourmetização no contexto da pandemia.


5. Agenda das aulas

Marca aí…

Seguimos essa semana pelos Cursos do Clipping… e segue aí o cronograma das aulas da semana 
 

Segue abaixo a agenda de aulas da semana

⚠ OBS: Clique na aula em que deseja se inscrever para assistir ao vivo.

Segunda-feira (14/09)

⏰ 19:00 – Aula do Curso de Aprofundamento em Economia com a Prof. Daniel Sousa

Assunto: “Aula 1.”

⏰ 17:00 – Aula do Curso de Aprofundamento em Direito Constitucional com o Prof. Guilherme Paião

Assunto: “Aula 1.”

Terça-feira (15/09)

⏰ 10:00 – Aula do Curso de Aprofundamento em Francês com a Profa. Gilda Gama

Assunto: “Aula 1.”

⏰ 14:00 – Aula do Curso de Competência Escrita em Francês com a Profa. Gilda Gama

Assunto: “Resumo 2 + gramática aplicada ao texto.”

⏰ 14:00 – Aula do Curso de Aprofundamento em Inglês com a Profa. Rachel Lourenço

Assunto: “Aula 1.”

⏰ 21:00 – Aula do Curso Petit Journal “China: ascenção, poder e afirmação”.

Assunto: “A China e o mundo: EUA, Europa e futuro.”

Quarta-feira (16/09)

⏰ 10:00 –  Aula do Curso de Aprofundamento em Política Internacional com o Prof. Tanguy Baghdadi

Assunto: “Aula 1.”

⏰ 13:00 – Aula do Curso de Aprofundamento em Direito Internacional Público com o Prof. Patrick Luna

Assunto: “Aula 1.”

⏰ 16:30 – Aula do Curso de Aprofundamento em Português com o Prof. Guilherme Aguiar

Assunto: “Aula 1.”

Quinta-feira (17/09)

⏰ 14:00 – Aula do Curso de Competência Escrita em Espanhol com a Profa. Alejandra Bermúdez

Assunto: “Resumo 2: organização de informações e referência contextual”

⏰ 17:00 – Aula do Curso de Aprofundamento em Geografia com o Prof. João Felipe

Assunto: “Aula 1.”

Sexta-feira (18/09)

***Sem aulas


O conteúdo animou sua segunda-feira e quer recebê-lo gratuita e semanalmente no seu inbox?

Só deixar aí abaixo o email 👇


Gostou do conteúdo?

Ajude a gente a levar ele mais longe para mais pessoas, clique no botão abaixo e compartilhe.

Uma ótima semana 🧡

Comentários? Feedbacks? Comenta aí abaixo


  • Avatar
    Clipping

    Uma plataforma de estudos capaz de te ajudar a estudar com autonomia, através de planos de estudo, roteiros de leitura, mapas mentais, resumos e simulados.


Avatar
Clipping

Uma plataforma de estudos capaz de te ajudar a estudar com autonomia, através de planos de estudo, roteiros de leitura, mapas mentais, resumos e simulados.

💌 Segundou para o CACDista raiz n. #34

  • Avatar
    Clipping
    07/09/2020 . min de leitura
CACD

Feriadou…

Vibe tranquila na 34ª edição do #segundou 😎


Nessa edição, você encontra as seguintes seções:

  1. Atualiza aí: alguns destaques para você dar o “up” nos fichamentos aí…
  2. Quote da semana: pq às vezes citar é preciso
  3. O Clipping Recomenda: pq nem apenas de CACD vive o CACDista
  4. Agenda da Semana: data, temas e horário das aulas

É CACDista e quer receber gratuitamente conteúdo no seu inbox toda segunda-feira?

Deixe seu melhor email abaixo 👇


Rumo às atualizações CACDísticas 👇

1. Atualiza aí

Atrasou com a leitura dos clippings?
Alguns destaques para você dar o “up” nos fichamentos aí…

1. Retirando?
No sábado, dia 29, os Estados Unidos anunciaram a redução da quota para as exportações de aço semi-acabado do Brasil. A medida mantém a isenção de tarifas sobre o comércio bilateral do produto intra-quota, a exemplo do que ocorreu em 2019. O Itamaraty tem a expectativa de que a recuperação do setor siderúrgico dos EUA, juntamente com o diálogo bilateral sobre a questão, que será retomado em dezembro deste ano, permitam o pleno restabelecimento e mesmo a elevação dos níveis de comércio de aço semi-acabado brasileiro. Para o MRE, essa expectativa vai ao encontro dos esforços conjuntos de integração econômica e da boa relação entre as duas partes.

2. Declarando
Na quinta-feira, dia 27, os Estados partes do PROSUL, com a ausência da Argentina, emitiram uma declaração que ressalta o trabalho conjunto para mitigar os efeitos da pandemia da COVID-19 na região, além da cooperação para compartilhar informações a respeito do desenvolvimento de vacinas. Nessa declaração, destacaram-se as medidas de cooperação fronteiriça, as ações no âmbito multilateral, sobretudo junto à OMS, e as medidas de instituições financeiras, como o Banco Interamericano de Desenvolvimento. Além disso, foi decidido que o Chile permanecerá na Presidência Pro Tempore do PROSUL até dezembro de 2020, quando será realizada a Cúpula Presidencial do Foro e a presidência será transmitida à Colômbia.

3. Saindo
Na sexta-feira, dia 28, o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, renunciou ao cargo um ano antes do final do mandato, alegando motivos de saúde. Abe foi o primeiro-ministro mais longevo da história japonesa, com sete anos e oito meses à frente do governo. O líder nipônico desculpou-se com a população de seu país, sobretudo por não ter logrado algumas promessas de seu governo, como a solução de questões territoriais com a Rússia (ilhas Curilas) e com a China (ilhas Senkaku), a reforma constitucional que daria ao Japão maior autonomia para ampliar gastos militares, e o fato de não estar à frente da realização dos Jogos Olímpicos, adiados devido à pandemia de COVID-19.

 4. Outros destaques
Há outros 11 tópicos relevantes passíveis de serem cobrados no TPS na última semana. Não deixe de conferir esses11 pontos para atualização compilados aqui [link restrito para assinantes do Clipping] 🔒

⚠️ ATENÇÃO

O acompanhamento dos destaque acima não substituem a atualização diária por acompanhamento dos clippings, cuja leitura na íntegra é fortemente recomendada a candidatos de todos os níveis. Além das notícias selecionadas, recomenda-se ao candidato o fichamentos de todas as seções “⭐ Vale lembrar” incorporadas nos clippings diários. Elas trazem comentários às notícias, com objetivo de contextualizar o candidato sobre como o tema pode ser cobrado na prova. Esse conteúdo pode ser acessado aqui [link restrito para assinante]

ClippingCast, o podcast do Clipping, está disponível gratuitamente para quem  não assina o Clipping. Ele traz outras atualizações que não podem deixar de ser feitas pelo CACDista. Ouça aqui 🎧👇


2. Quote da semana

Pq às vezes citar é preciso… 

“Nenhum vento sopra a favor de quem não sabe para onde ir.”

Sêneca

3. O Clipping Recomenda

Pq nem apenas de CACD vive o CACDista quarentenado

+ Harvard historian examines how textbooks taught white supremacy Harvard Gazzete – (leitura de 7 minutos): Entrevista com o historiador de Harvard lança luzes sobre o ensino da história nos EUA e  a relação com o fomente da supremacia branca desde o século XIX até os dias atuais.

+ Os EUA e a China estão em uma corrida armamenstista quântica que transformará a guerra MIT Technology Review   – (leitura de 7 minutos) – Texto explora sobre o impacto da computação quântica nas dinâmicas dos conflitos. 

O fim da cultura foodie  – Elástica oficial – (leitura de 7 minutos): Reflexões sobre começo do fim da onda da gourmetização no contexto da pandemia.


4. Agenda das aulas

Marca aí…

Seguimos essa semana pelos Cursos do Clipping… e segue aí o cronograma das aulas da semana 

Segue abaixo a agenda de aulas da semana

⚠ OBS: Clique na aula em que deseja se inscrever para assistir ao vivo.

Segunda-feira (07/09)

***Sem aulas

Terça-feira (08/09)

⏰ 14:00 – Aula do Curso de Competência Escrita em Francês com a Profa. Gilda Gama

Assunto: “Versão 1 + gramática aplicada ao texto.”

⏰ 21:00 – Aula do Curso Petit Journal “China: ascenção, poder e afirmação”

Assunto: “A China e a periferia do mundo: África, América Latina e BRICS.”

Quarta-feira (09/09)

***Sem aulas

Quinta-feira (10/09)

⏰ 10:00 –  Aula do Curso de Aprofundamento em Espanhol com a Profa. Alejandra Bermúdez

Assunto: “Versão 11/ PROVÃO GRAMATICAL.”

⏰ 14:00 – Aula do Curso de Competência Escrita em Espanhol com a Profa. Alejandra Bermúdez

Assunto: “Resumo 1: modo e aspecto verbal na narrativa.”

Sexta-feira (11/09)

***Sem aulas


O conteúdo animou sua segunda-feira e quer recebê-lo gratuita e semanalmente no seu inbox?

Só deixar aí abaixo o email 👇


Gostou do conteúdo?

Ajude a gente a levar ele mais longe para mais pessoas, clique no botão abaixo e compartilhe.

Uma ótima semana 🧡

Comentários? Feedbacks? Comenta aí abaixo


  • Avatar
    Clipping

    Uma plataforma de estudos capaz de te ajudar a estudar com autonomia, através de planos de estudo, roteiros de leitura, mapas mentais, resumos e simulados.


Avatar
Clipping

Uma plataforma de estudos capaz de te ajudar a estudar com autonomia, através de planos de estudo, roteiros de leitura, mapas mentais, resumos e simulados.