3 erros mais comuns no estudo de Línguas para o concurso de diplomata

  • Clipping
    07/03/2016 . 4 min de leitura

O Clipping CACD hoje inaugura 2 projetos incríveis: um gratuito e outro restrito a assinantes do Clipping. O primeiro, que é de acesso gratuito, é a coluna da Profa. Mariana Lima, de Francês. O segundo é a curadoria de textos e comentários em áudio com temas quentes para a prova, esses textos e comentário são restritos a assinantes do Clipping. 

Como vocês vão perceber nos próximos dias, o Clipping abre uma parceria com uma série de professores de línguas especializados no CACD. Eles passam a ter acesso à tecnologia do Clipping para atuar como curadores de uma seção especial de sugestão de leituras em língua estrangeira otimizadas para a prova. 

Mas, por que isso? O Clipping já não tem uma seção de leituras sugeridas em Inglês, Francês e Espanhol?

Sim. Mas acontece que essa seção sempre foi um patinho feito e o Clipping reconhece que essa antiga seção não ajudava muito os candidatos ao CACD. A partir de agora, são professores especializados no CACD e nas pegadinhas e nas artimanhas da prova é que não atuar como curadores do conteúdo de Linguas Estrangeiras do Clipping.

Fique ligado nos próximos dias para saber quem serão os outros professores-curadores da Seção de Línguas do Clipping.

  • Se você é assinantes do Clipping, confira o conteúdo exclusivo e o áudio feito pela Profa. Mariana aqui
  • Se você não é assinante, vale muito a pena conhecer os benefícios de assinar o Clipping aqui

diplomata-cacd

 

Como não estudar idiomas para o CACD

*Por Mariana Lima

 

Estes são os equívocos mais comuns entre os candidatos:

Erro 1: “Leio muitos textos, dá para ter uma ideia geral”

—–>>>

Perceba que, de todas as quatro competências em língua estrangeira- leitura, escrita, compreensão oral e fala- a leitura é a mais acessível. Isso quer dizer que a grande maioria dos candidatos consegue ter “uma ideia geral” de textos em língua francesa.

A prova é feita para selecionar  candidatos  capazes de perceber nuances de sentido, efeitos de estilo e inferências, além de compreensão profunda e precisa ; logo,  eliminar aqueles que compreendem os textos de modo superficial.

 

Erro 2: “Falo fluentemente, acho que isso ajuda bastante”

——–>>>

Falar pode até ajudar, mas a prova de francês exige domínio da norma culta. A compreensão de textos literários, acadêmicos e filosóficos de vários períodos, registros e estilos não se compara com os conhecimentos de vocabulário ou coordenação dos tempos e modos verbais necessários ao bom desempenho em comunicação oral.

 Trocando em miúdos: é por isso que, todos os anos, ouvimos casos de candidatos que falam francês fluentemente e não se saíram bem na prova. Porque a prova é absurdamente difícil? Não; na verdade, por falta de treino específico, devido à sensação ilusória de que fluência oral seria o bastante. Você não enfrentaria a prova de português do TPS sem preparação específica, não é mesmo? Pois é.

 

Erro 3: “Se tenho dúvidas do sentido de uma palavra, procuro logo a tradução em um dicionário bilíngue ou dou uma olhadinha no google tradutor ”

———>>>

O pior erro de todos! O costume de traduzir palavra a palavra é altamente prejudicial para a preparação, verdadeira garantia de perda de tempo e aquisição de vícios. Aliás, várias questões são elaboradas com o claro propósito de eliminar esse tipo de candidato.

Quer um exemplo? 

QUESTÃO 40.1, 2014: À la ligne 15 « pourtant » marque une opposition.

Essa nem é tão difícil, tudo bem. Pourtant é um dos falsos cognatos mais conhecidos, você sabe que não é portanto em francês. Pourtant significa mas, contudo, entretanto…e o item está CORRETO.

Quer mais um? 

« À Piracicaba, cela s’est décliné en une multitude d’objectifs spécifiques qui ont toujours tenu compte des dimensions à la fois environnementale, sociale, économique, politique, culturelle et urbaine ». 

QUESTÃO 30.2, 2014 : « décliner » (R.11) est utilisé ici comme synonyme de diminuer.

Aqui, era preciso saber que décliner não é a mesma coisa que se décliner en.  É, a banca “esqueceu” de mencionar esses pequenos detalhes na assertiva…

Na pressa, alguém poderia achar que sim, porém se décliner en não significa diminuir, e sim apresentar várias formas ou aspectos ( de uma mesma coisa)  e o item está ERRADO.

Espero que, da próxima vez, você escolha o Larousse monolíngue para tirar dúvidas! 

Abraços e bons estudos.

Untitled design (10)Mariana Lima é especializada na preparação para o CACD. Após cursar o ensino médio no CES Villeneuve de Grenoble, começou a lecionar francês ainda aos 15 quinze anos de idade na Alliance Française. É graduada em Francês pela Université de Nancy II , concluiu mestrado pela New School, em Nova York, e doutorado pela Catholic University of America, em Washington/DC. Tem vasta experiência em tradução literária e técnica. Atuou como tradutora e consultora de idiomas no Brasil e no exterior, em instituições como o National Health Institute, Petrobras, BNDES, Banco do Brasil e Vale.

 

Summary
3 erros mais comuns no estudo de Línguas para o CACD
Article Name
3 erros mais comuns no estudo de Línguas para o CACD
Description
O Clipping CACD hoje inaugura 2 projetos incríveis: um gratuito e outro restrito a assinantes do Clipping. O primeiro, que é de acesso gratuito, é a coluna da Profa.
Author
Publisher Name
Clipping CACD
Publisher Logo

  • Clipping

    Uma plataforma de estudos capaz de te ajudar a estudar com autonomia, através de planos de estudo, roteiros de leitura, mapas mentais, resumos e simulados.



Clipping

Uma plataforma de estudos capaz de te ajudar a estudar com autonomia, através de planos de estudo, roteiros de leitura, mapas mentais, resumos e simulados.

CACD

Os desafios da mulher na diplomacia...

  • Ana Clara Carvalho
    Ana Clara Carvalho
    21 min de leitura
CACD

Como estudar francês para o CACD...

  • Igor Barca
    Igor Barca
    11 min de leitura
Mais Ferramentas
Conteúdo