5 dicas para quem está no início da preparação para ser diplomata

  • Cecília Almeida
    Cecília Almeida
    14/09/2021 . min de leitura
5 dicas para quem está no início da preparação para ser diplomata

A decisão de iniciar uma jornada rumo à carreira diplomática é um passo importante na vida profissional de qualquer pessoa. Mas junto com a euforia e alegria da decisão, surge a pergunta:

“E agora, por onde começar?”

Nesse momento, você percebe que os caminhos são vários: estudar de forma autônoma, por meio de cursinhos preparatórios, estudar sozinho ou em grupo, se dedicar a uma matéria ou a várias. São tantas opções que fica difícil escolher. 

Pensando em te ajudar, preparamos este artigo com cinco dicas para dar os primeiros passos na preparação para a carreira diplomática. 

Vamos começar? 

#1 Conheça a carreira e leia o edital

O primeiro passo para iniciar sua preparação para o CACD é ter uma visão geral do concurso, ou seja, é preciso:  

  • Entender quais são as funções de um diplomata, além de conhecer seus direitos e deveres
  • Conhecer as três fases do concurso
  • Saber quais são as matérias cobradas e qual é o seu nível de conhecimento em cada uma delas. 

Para isso, é necessária uma leitura atenta do Edital do CACD. Esse documento contém todas as informações necessárias para o concurso, é com base nele que os candidatos devem planejar sua rotina de estudos. 

Depois de ler o edital, que tal dar uma olhada no post Desvendando o CACD? Nele, resumimos algumas das informações mais importantes do edital e da carreira diplomática. 

#2 Definir por quais matérias começar a estudar  

O CACD é conhecido por ser um dos concursos mais difíceis do país, dado que exige um longo tempo de preparação, cerca de 4,5 anos, além de ter um programa extenso em termos de disciplinas cobradas. Ao todo, temos 10 disciplinas no edital, que são cobradas em um alto grau de especificidade. 

São elas: Língua Portuguesa, Língua Inglesa, Língua Espanhola, Língua Francesa, História do Brasil, História Mundial, Política Internacional, Geografia, Economia e Direito. 

Nesse contexto, a leitura do edital ajuda o candidato a priorizar quais matérias deverão ser estudadas primeiro, ou quais delas requerem mais investimento financeiro ou de tempo. 

Não se recomenda estudar todas de uma vez. De forma geral, sugerimos começar pelas línguas estrangeiras, dado que exigem um estudo de longo prazo. As disciplinas de História do Brasil e História Mundial também são altamente recomendadas para iniciar os estudos, pois servem de base para outras como Política Internacional, Geografia e até Economia. 

Parece difícil fazer essa priorização, não é? Mas fica tranquilo, para te ajudar com essa tarefa fizemos um post só sobre isso. 

#3 Estudar de forma autônoma ou investir em cursos preparatórios? 

Depois de escolher a matéria, vem uma das partes mais difíceis: decidir o método de estudo. Ao iniciar sua preparação, o CACDista se depara com a seguinte questão: 

“Devo estudar de forma autônoma ou investir em cursos preparatórios?” 

A resposta não é tão simples. As duas formas têm seus prós e contras e dependem também do seu nível de conhecimento de cada disciplina. Para te ajudar, vamos falar um pouco sobre cada um dos métodos. 

Homem de blusa social azul estudando com um computador, caneta e caderno

Estudar de forma autônoma

Ao estudar de forma autodidata, o candidato costuma ter maior carga de leitura, já que terá que ler mais de uma bibliografia para compreender de forma ampla todos os aspectos de um ponto do edital. 

Além disso, as bibliografias recomendadas para o concurso de diplomata devem ser estudadas com muito rigor e método. Por isso, estudar por conta própria também significa ter mais resumos e fichamentos para fazer. 

Estudar de forma autodidata é um desafio que exige muita organização e disciplina. Pensando nisso, o Clipping oferece uma plataforma completa com: 

  • Plano de estudos com leituras recomendadas para todos os itens do edital; 
  • Edital esquematizado, ou seja, um checklist pronto para você ir marcando tudo que já estudou ou precisa melhorar; 
  • Seleção diária das notícias mais visadas pela banca do concurso e que poderão ser cobradas na prova;
  • Simulados, discursos e muito mais. 

Todos esses recursos são pensados para você não se perder durante a preparação para o concurso de diplomata e ter clareza do que precisa ser priorizado em seguida. Dá uma olhada em como usar nossa plataforma: 

 Primeiros Passos no Clipping | Candidato Iniciante CACD 

Cursos preparatórios

Os cursos preparatórios costumam ser mais indicados justamente para aqueles que ainda estão no início da preparação. 

Os cursos contam com aulas expositivas que destacam o ponto mais importante de determinado tema. Além disso, as aulas esquematizam e reúnem o conteúdo de várias bibliografias sobre o mesmo assunto. Dessa forma, o aluno consegue adquirir um conhecimento consolidado de determinada disciplina. 

Além disso, por serem conduzidas por professores, as aulas ajudam o aluno a identificar e compreender mais facilmente os conceitos chaves da disciplina. 

“Mas qual curso escolher?” 

Na hora de escolher um curso para iniciar seus estudos é importante analisar: 

  • Se o curso cobre todos os pontos do edital; 
  • Se tem professores de referência na grade; 
  • Qualidade das aulas e do material complementar;
  • Possibilidade de interação com o professor e com os alunos;
  • Duração das aulas; 
  • Valor do curso, afinal, você precisa saber se ele cabe no seu bolso.

Com esses requisitos em mente, o Clipping lançou o Curso Extensivo CACD 2022, que é indicado não só para candidatos iniciantes, mas também para candidatos intermediários ou avançados que precisam reforçar conhecimentos exigidos no Edital. O curso conta com: 

  • Aulas ao vivo, que permitem o esclarecimento de dúvidas na hora e cria uma dinâmica de sala de aula. As gravações das aulas ficam  disponíveis para o aluno rever quando quiser; 
  • Professores líderes em aprovação, o que dá ao aluno a oportunidade de ser acompanhado pelas maiores referências na preparação para a diplomacia;
  • Diferente de outros cursos preparatórios, o Clipping ainda oferece duas modalidades de pagamento com valores democráticos e flexíveis. 

Quer saber mais? Dá uma olhada na ementa do curso. 

Por fim, vale ressaltar que ainda é possível mesclar os dois métodos. Por exemplo, você pode utilizar cursos para as disciplinas que você não tem conhecimento prévio ou tem mais dificuldade, e utilizar livros e outros materiais para aprofundar seu conhecimento.  

#4 Veja os Guias de Aprovados e Provas Anteriores 

Bom, até agora falamos do conhecimento teórico exigido no concurso. Mas, para ser aprovado é necessário dedicar um tempo de sua preparação para a resolução de provas e questões do CACD. 

Para se preparar para a prova objetiva do CACD, conhecida como Teste Pré-Seleção (TPS), você pode utilizar as provas anteriores de diversas formas. A primeira é fazer a prova como um simulado. Assim, você consegue ter uma noção mais geral do seu desempenho, de maneira a facilitar adaptações do seu plano de estudos. 

Outra opção é fazer as questões de um conteúdo específico que você está estudando. A plataforma do Clipping, por exemplo, conta com simulados com questões separadas por matéria e por item do edital, o que ajuda o candidato a visualizar seu conhecimento sobre determinado assunto. 

Em relação às provas discursivas de segunda e terceira fase, os Guias de Estudos são um importante material de estudo. É com base nos Guias que conseguimos interpretar o que a banca deseja como resposta nas questões discursivas. 

#5 Encontre outros estudantes e participe de comunidades 

Até aqui, você já deve ter percebido o trampo que é estudar para se tornar um diplomata. Para facilitar o processo, muitos CACDistas costumam criar grupos de estudos para trocar experiências e deixar o processo um pouco menos difícil. 

“Clipping, como conheço outros CACDistas?” 

A primeira forma é por meio de redes sociais, existem diversos grupos de estudantes no Facebook, por exemplo. No Instagram, diversos CACDistas criam contas para compartilhar sua rotina de estudos. 

Outra forma é por meio da plataforma do Clipping, que conta com um Mural, no qual os assinantes podem postar suas dúvidas, compartilhar conteúdos, e até mesmo achar um grupo de estudo. 

Outra opção é por meio do Clipping Chat. Os cursos do Clipping contam com uma plataforma exclusiva para os alunos tirarem dúvidas com os professores e interagirem com outros alunos do Brasil todo.

Conclusão 

Muita coisa para refletir, não é mesmo? Deu para perceber que estudar para o CACD é uma jornada longa, que exige muita dedicação. Iniciar essa jornada com o pé direito é algo decisivo para obter sucesso e ser aprovado com mais rapidez.

Não se esqueça que o Clipping pode te ajudar nessa caminhada rumo ao Itamaraty. Nos acompanhe nas redes sociais, estamos sempre publicando conteúdos sobre o CACD e a carreira diplomática.

Curso Extensivo CACD 2022

Professores com mais de 10 anos de experiência na preparação para o CACD, aulas e preços democráticos e a flexibilidade para seguir o curso no seu ritmo e no seu orçamento.

Saiba mais!

  • Cecília Almeida
    Cecília Almeida

    Cecília é estudante de Relações Econômicas Internacionais e atua no time de Conteúdo do Clipping!


Cecília Almeida
Cecília Almeida

Cecília é estudante de Relações Econômicas Internacionais e atua no time de Conteúdo do Clipping!

CACD

O diplomata que sabia demais...

  • André Bernardo
    André Bernardo
    min de leitura