Comentários da prova discursiva de Espanhol | CACD 2018

  • Alejandra Bermúdez
    Alejandra Bermúdez
    22/10/2018 . 4 min de leitura
Federico García Lorca

A prova de Espanhol do Concurso de Admissão à Carreira de Diplomata (CACD) de 2018 ocorreu dia 14 de Outubro. Você encontra aqui uma análise geral da prova feita pelo professora de espanhol Alejandra Bermúdez.

A estrutura desse post ficou assim:

Mudanças na prova de Espanhol do CACD

* por: Alejandra Bermúdez

O espanhol era considerado a disciplina fácil do Concurso de Admissão à Carreira de Diplomata, em que professores “com algum preparo” e um pouco de “estudo básico” do candidato poderiam resolver o problema. Os alunos que não fossem aplicados durante todo o ano letivo simplesmente consideravam que estavam predestinados a se sairem bem na prova, no fim das contas, era espanhol: uma língua próxima, fácil e familiar.

Muita coisa mudou. Abandonaram-se os estudos superficiais e rasos da língua, o ensino do espanhol merece mais atenção e TEMPO.

Comentários sobre o Resumo da prova de Espanhol CACD 2018

A prova da “galera”…

Sobre o RESUMEN, este ano apresentou a extensão estabelecida no comando da questão o que facilitou muito o trabalho dos candidatos. Sabe-se que as suas temáticas acabaram tendo muitos pontos comuns com preocupações sociais em relação à mulher dentro da Diplomacia, “as mulheres” tem sido neste último ano, e nos anteriores, assunto de referência.

Prova escrita de língua espanhola e língua francesa

O resumo da prova de Espanhol do CACD 2018 conseguiu juntar um tema social e a ficção literária, através do poeta e dramaturgo granadino, Federico García Lorca, e as suas mulheres fortes e determinadas. O autor foi fusilado durante a ditadura do general Francisco Franco, um 19 de agosto de 1936.

*GALERA: Sombrero de copa redondeada, o alta y cilíndrica, y alas abarquilladas. Típico de los magos. (FALSO COGNATO)

Comentários sobre o texto do resumo da prova de Espanhol do CACD 2018

O assunto foi literário, como já esperávamos. Retirado do que poderíamos chamar em espanhol de um “diario vanguardista”, o que saiu um pouco dos padrões de jornais mais clássicos. O que sim foi clássico, foi a escolha do autor: Lorca. Não poderia haver escolha melhor que o autor de La casa de Bernarda Alba (Leia essas informações sobre o autor).

Comentários sobre a questão de tradução da prova de Espanhol CACD 2018

Sobre a TRADUCCIÓN, foi bastante extensa e continuando com a tendência de 2017, uma autora mulher, Cecília Meireles, e um texto narrativo.

Comentários sobre o texto da questão de tradução

O trecho escolhido apresentou as dificuldades comuns entre o espanhol e o português, tais como:

  • posição pronominal (aborreciam-se, chamavam-no, disseram-lhe, enganá-lo),
  • concordância verbal, pontuação (interrogativas, pontuação nos diálogos),
  • Marcadores temporais (“naquele tempo”, “outrora”).

Não faltaram as clássicas “tretas” de vocabulário como “galera” (cartola) ou “solapa” (lapela) e alguma fruta como “carozo de ciruela” (ameixa).

Dicas para se preparar para a prova de Espanhol do CACD

  • Para conquistar um bom resultado no resumo, os candidatos precisam demonstrar domínio da modalidade escrita formal da língua. É necessário também selecionar, relacionar, organizar e sintetizar informações, fatos, opiniões e argumentos. Além disso, é claro, demonstrar um bom domínio das estruturas de coesão e coerência.
  • Para conquistar um bom resultado na tradução, além do domínio profundo das estruturas gramaticais (para um nível C1-C2 pelo MCER**) do espanhol (e das suas equivalências no português) o candidato precisa conhecer os principais eixos temáticos que aparecem nas provas, ou seja, aqueles comuns em textos literários.

**MCER: Marco comum europeu de referência para as línguas

Abrandaram-se as exigências do ESPANHOL e o rigor do estudo em 2018? Não.

A prova de Espanhol do CACD 2018 resgata a seriedade, aquilo que as provas tinham de melhor: a confiança no ensino e na aprendizagem do espanhol por meio de questões que induzem o domínio progressivo dos conceitos e dos conteúdos propostos para um nível superior na disciplina. E maiores oportunidades, e mais justas, para aqueles candidatos que desejam concorrer às vagas oferecidas.

No entanto, ficamos no aguardo das correções e de critérios mais definidos em 2018!

A cada inicio de ano letivo, nos mais de 12 anos que dedico ao ensino do Espanhol para o CACD, defronto-me com a mesma dificuldade: falta de critérios mais claros nas provas anteriores.

O trabalho preparatório para 2019 procura preencher essa lacuna. As questões apresentadas na prova recente mostraram, a meu ver, maior familiaridade com os diversos tipos de conteúdos apresentados no Manual Funag de Espanhol.

¡Enhorabuena!

Agradeço desde já as críticas e as sugestões dos candidatos no e-mail: alejandra-oliveira@hotmail.com


  • Alejandra Bermúdez
    Alejandra Bermúdez

    Alejandra Bermúdez é professora de espanhol para o CACD desde 2005. Mestra em Lingüística aplicada a la enseñanza de español lengua extranjera pela Universi­dad de Jaén (Espanha); Mestra em Linguística Aplicada pela UNISINOS (Brasil). Licenciada em Letras Espanhol, Português e respectivas litera­turas (Brasil). Professora do Instituto Cervantes de Porto Alegre e Membro da Banca D.E.L.E. (Diploma Internacional de Español como Lengua Extranjera – título oficial ou­torgado pelo governo da Espanha). Assessora linguística e tradutora.


Alejandra Bermúdez
Alejandra Bermúdez

Alejandra Bermúdez é professora de espanhol para o CACD desde 2005. Mestra em Lingüística aplicada a la enseñanza de español lengua extranjera pela Universi­dad de Jaén (Espanha); Mestra em Linguística Aplicada pela UNISINOS (Brasil). Licenciada em Letras Espanhol, Português e respectivas litera­turas (Brasil). Professora do Instituto Cervantes de Porto Alegre e Membro da Banca D.E.L.E. (Diploma Internacional de Español como Lengua Extranjera – título oficial ou­torgado pelo governo da Espanha). Assessora linguística e tradutora.

Mais Ferramentas
Conteúdo