Como medir o progresso nos estudos? 5 dicas valiosas

  • Pedro Soares
    Pedro Soares
    13/11/2020 . min de leitura
Progresso nos estudos

Quem estuda para qualquer tipo de prova, sabe que um planejamento é mais do que necessário. É por meio dele que elaboramos as melhores estratégias de aprendizado, associadas à rotina e à evolução de nossa performance. 

Mas, como saber que esse plano tem dado certo antes da prova? 

Para descobrir isso, a melhor forma é medir o progresso nos estudos. Nesse texto, você saberá como fazê-lo. Está pronto? 

Nesse post, você encontra as seguintes seções:

Por que medir o progresso nos estudos?

Como medir o progresso nos estudos?

Ferramentas para medir o progresso nos estudos

Qual o método que permite melhor desempenho nos estudos?

Por que medir o progresso nos estudos?

Medir a evolução no estudo é fundamental para saber se o seu plano de estudo é bem aplicado. E, se não estiver, saber a hora de mudá-lo a tempo. 

O candidato a uma prova, seja pra concurso ou para ENEM, precisa ser produtivo. E não se pode deixar enganar que tudo será tranquilo em seu percurso de estudo. 

Algumas disciplinas serão melhores aproveitadas e outras não. Algo que você só saberá se medir o progresso. 

Esse acompanhamento ajudará, portanto, a mapear quais são as matérias que você precisa priorizar e dedicar mais tempo. 

Além de fazer com que você fique menos frustrado ao longo de sua caminhada, afinal, você saberá exatamente a quantas anda seu aprendizado!

Como medir o progresso nos estudos?

Para algo tão importante, é preciso também algumas estratégias para ela, certo.  

Muita gente utiliza calendários e planners para acompanhar o seu desempenho e se dá por satisfeito. 

Mas na verdade, é preciso uma análise mais profunda, que leva em consideração os seus esforços aplicados no estudo e os resultados que você tem tido. 

E essa relação é inversamente proporcional. Porque terá melhores resultados aqueles que menos esforços aplicarem. 

Muito esforço não significa que o resultado virá automaticamente. As vezes menos esforço é mais. Isso significará que suas técnicas estão dando certo. 

E será preciso reconhecer quando essas técnicas não funcionam e mudá-las no tempo certo. 

Bom, mas afinal, como saber tudo isso?

Usando indicadores e acompanhando o seu processo de forma metódica! 

Antes de mais nada, você precisa ter meta. Todo planejamento deve partir de um objetivo claro e alcançável. 

“Meu objetivo é passar no concurso, oras”. Certo, mas pra isso, você precisa de metas escaláveis para se preparar. E é delas que estamos falando. 

Essas metas precisam ser batidas em determinado tempo. E para isso, você precisa destrinchar o edital do concurso – ou a ementa da prova. 

A partir daí, você conseguirá ter clareza desses indicadores. Por exemplo: quantas aulas você conseguiu acompanhar até então? Isso permitirá que você bata a sua meta? 

Ou então, quantos tópicos você conseguiu estudar em um determinado período? 

Todas essas perguntas ajudarão na análise. Se você ver que o desempenho não está tão bom, será preciso reconhecer que é preciso mudar de estratégia. 

Mas desta forma parece que a análise é feita de forma subjetiva. Afinal, você pode achar que desempenho poderá melhorar apenas com um esforço maior lá na frente e como consequência você conseguirá cumprir a meta. 

Bom… não é exatamente assim. E para que você consiga enxergar, de fato, o seu desempenho e medir o progresso nos estudos de maneira objetiva, algumas ferramentas serão bem-vindas. 

Ferramentas para medir o progresso nos estudos

De planilhas de Excel a plataformas on-line. O que não falta são opções para você medir o seu desempenho de maneira estratégica. 

Algumas delas podem casar bem com o seu planejamento, desde que bem usadas. Lembre-se, você precisa ser sincero ao fazer as marcações e analisar esse progresso. 

Por isso, tome nota de algumas das principais dicas de ferramentas para medir o progresso nos estudos! 

Asana

O Asana é uma plataforma on-line que ajuda a organizar o seu dia a dia. E, mais do que isso, fazer um cronograma de atividades em geral. 

É ótimo para trabalhos em equipe e também para medir o seu progresso nos estudos. 

Com ele, você consegue criar tarefas, estipular prazos e medir o seu desempenho nessa atividade ao longo do tempo. 

Você consegue criar todo um quadro com diversas atividades dentro dele, o que é ótimo para quem precisa estudar diversas matérias dentro de uma mesma disciplina. 

Em cada um deles, você pode criar status diferentes, de acordo com a sua condição de estudo. 

E, de acordo com esse desempenho, criar todo um planejamento, podendo remodelar sempre que achar conveniente. 

Isso é importante justamente para quando você acreditar que uma estratégia não está dando certo. 

Como o Asana é uma plataforma de organização, você pode usar lembretes, anotações e tudo o que for importante para a sua jornada de estudo.  

Trello

O Trello é uma alternativa para o Asana (e vice e versa, rs). 

Nele, você consegue organizar todo um bom planejamento e ter ao alcance da mão, já que é disponibilizado tanto para smartphones, quanto para desktop. 

Com o Trello, você pode gerenciar suas tarefas com o método Kanban, com cartões e cores que permitem que você tenha mais dinâmica e praticidade. 

Bem como o Asana, no Trello você pode criar quadros diferentes para cada tipo de matéria que você precisa estudar. 

E dentro de cada um deles, elaborar a melhor forma de medir o seu progresso, seja com as etiquetas ou os lembretes que quiser criar. 

A plataforma também é ótima para te lembrar dos prazos e colocar o status mais adequado de acordo com a proximidade do “vencimento” de cada tarefa. 

Excel!

Mesmo diante de tantos aplicativos e plataformas, o Excel ainda tem o seu lugar no coração de muita gente. 

E todos que gostam do Excel, sabem bem que a sua praticidade tem valor, mesmo na hora de criar índices de desempenho nos estudos. 

A programa de planilhas da Microsoft pode ser uma ótima ferramenta para você medir o progresso de seus estudos, criando check-lists com o que precisa ser estudado, com cálculo de tempo e separado por matéria. 

Se você é amante do programa, vale a pena usá-lo. 

Google

Todos nós sabemos que o gigante da internet é muito mais do que um buscador, certo?

E é claro que ele possui funcionalidades para fazer com que você possa medir o progresso nos estudos, de maneira, inclusive, atrelada a outras plataformas. 

O Google possui diversas ferramentas que podem ser uma mão na roda na hora tanto de fazer seu planejamento, quanto para medi-lo. 

Ele possui o Agenda, que é exatamente isso que o nome entrega: um lugar onde você pode incluir atividades para fazer um planejamento, online, de tudo aquilo que você precisa estudar. 

Com ele, fica simples analisar o que você estuda, com um verdadeiro calendário de atividades e tarefas que precisa desempenhar em determinado período. 

Além disso, você pode fazer esse planejamento de maneira integrada a outras funcionalidades do Google, como o Tarefas, o próprio Docs e o Drive, um lugar onde você pode guardar tudo o que você precisa para estudar. 

Edital esquematizado

Você achou que o Clipping não teria uma ferramenta própria para você que estuda para concurso?

#choque de cultura from on this frozen sea, we slide...

Temos sim! É o Edital Esquematizado. É tão simples que o nome já entrega a que a plataforma se destina e como ela funciona. 

Nele, você destrincha o edital do concurso em tópicos. E dentro de cada tópico, há uma check-list de matérias a serem estudas. Tudo nos mínimos detalhes. 

Em cada tópico, você pode indicar as tarefas a serem realizadas nele, como o estudo de teorias, a realização de questões e, claro, a revisão. Tudo isso é transformado em porcentagem de conclusão. 

E você ainda pode incluir o status. Isso, claro, passa por sua própria avaliação para saber se, de fato, o estudo anda bem. 

Exemplo – Edital Esquematizado

Qual o método que permite melhor desempenho nos estudos?

Depois de tudo o que você leu neste texto, está certo de que é fundamental medir o progresso nos estudos, correto?

E você não está errado. Como você pôde ver desde o início de sua leitura, esse check é fundamental para saber se o seu método é mesmo o mais ideal para o seu estudo.

E aí que entra outra grande dúvida na hora de traçar um plano de estudo: qual é o método mais indicado para um desempenho de alto nível?

Essa resposta não é tão simples de se dar. Na verdade, ela varia de acordo com o perfil de cada estudante, atrelado ao seu objetivo final e, claro, a sua rotina. 

Mais do que medir o progresso nos estudos, você precisa ter um método que encaixe com o que você quer e o que é capaz de desempenhar. 

E um desses métodos, aliás bem popular entre os mais variados tipos de estudantes, está o fichamento. 

Se você está interessado em saber qual o melhor método de estudo para você, saiba como fazer um fichamento em 4 passos práticos e bem eficazes para o seu dia a dia! Confira no link! 


  • Pedro Soares
    Pedro Soares

    Pedro é estudante de Administração e atua nos times de Marketing e Comercial do Clipping!


Pedro Soares
Pedro Soares

Pedro é estudante de Administração e atua nos times de Marketing e Comercial do Clipping!