Vale a pena estudar línguas estrangeiras antes do TPS?

  • Gilda Gama
    Gilda Gama
    20/08/2019 . 10 min de leitura
estudar frances cacd 2019

Não é porque estamos em véspera de TPS que devemos deixar de lado as matérias da segunda fase do CACD. Se você acredita em suas plenas condições de passar, mais ainda! Esse é o momento de continuar firme com os estudos de línguas estrangeiras e, no conteúdo de hoje, vamos te explicar como.

Pensando em te trazer um panorama mais detalhado e te guiar durante o processo de revisão para a segunda fase, a professora de Francês Gilda Gama realizou uma breve análise do edital 2019.

A professora selecionou uma mudança pertinente do edital e analisou o impacto que gera na preparação. Além disso, apontou várias sugestões para permanecer firme com o francês na sua rotina de estudos mesmo neste período pré-TPS.

💡 Novo Módulo do Curso de Francês para o CACD 2019

Vale lembrar que o segundo módulo do curso de francês com a professora Gilda Gama inicia no dia 21/08/2019. O curso terá um total de 8 aulas ao vivo, práticas e teóricas com foco em melhorar o seu desempenho na segunda fase do concurso.

Saiba tudo sobre o curso de Francês para o CACD | Faça já a sua matrícula

O conteúdo a seguir foi produzido pela professora Gilda Gama

O que mudou no Edital de Francês no CACD 2019

Quase tudo igual na prova de Francês e Espanhol. A estrutura é a mesma de 2018, contendo um resumo e uma versão. Foi mantida até mesmo a proporção do resumo, de 35% a 50% da extensão do texto-fonte.

7.1 […] Língua francesa: elaboração de resumo, em francês, a partir de texto escrito em língua francesa, com extensão a ser estabelecida no comando do exercício, estimada entre 35% e 50% do texto a ser resumido, e de versão de um texto do português para o francês, com valor de 25,00 pontos, cada.

Mas o que é que nós temos de novidade?

Uma especificação importante veio no subitem, deixando claro nesse edital que teremos uma penalização de toda a atividade, caso o candidato zere a gramática e a propriedade da linguagem.

Isso, no ano passado, havia sido aplicado na primeira correção da prova. Porém, como não estava previsto no edital, após os recursos os pontos do outro quesito (capacidade de síntese e concisão) foram devolvidos a todos os candidatos.

7.3.1 Será atribuída nota zero ao exercício que obtenha pontuação zero na avaliação da correção gramatical e da propriedade da linguagem.

Mas o que essa mudança significa?

A formalização desse critério de correção nos alerta para a necessidade de produzir um texto livre de erros, inclusive dos considerados “menores”, como ortografia e acentuação. Caso tenhamos a apenação de 0,5 para cada marcação, como no ano passado, 30 erros de qualquer natureza são suficientes para zerar a atividade inteira.

O que devo fazer?

Por isso que o treino é tão importante e deve ser feito sem pausa.

Essa é uma questão muito pertinente, porque de agora até o TPS temos pouco tempo. Você tem muita coisa para revisar até lá, mas entre o TPS e a segunda fase nós teremos apenas cinco semanas.

Deve-se treinar o modelo de prova, reforçar as leituras diárias e revisar a gramática de maneira sólida. O candidato deve tomar consciência das suas próprias dificuldades e erros frequentes para não os cometer novamente.

Isso significa que você não pode deixar para tirar dúvidas, fazer revisões, começar a fazer leituras frequentes somente depois do TPS. Se você está deixando o francês em “pausa”, recomece agora e garanta assim uma melhora significativa no seu desempenho!

A parte final da preparação, depois do TPS, deve ser considerada como uma “lapidação”. É a parte que deve ser voltada para exercícios de simulados. Confira no vídeo abaixo algumas dicas da professora Gilda Gama.

Os simulados servem para você aplicar todo o conteúdo revisado, o vocabulário que você veio separando em glossários, os fichamentos, dentro das circunstâncias prova.

Esse será o momento de trabalhar o tempo de execução das atividades, sem fazer consultas.

Então, agora, ainda é tempo de revisar. Sobretudo, tomar conhecimento do que são as suas próprias falhas.

  • Qual é a sua maior dificuldade gramatical?
  • Qual é a sua maior dificuldade vocabulário?

💡Encare tudo isso e faça exercícios

Não podemos nesse momento da preparação fechar os olhos aos erros frequentes. Muitas pessoas cometem os mesmos erros repetidamente ao longo de diversas atividades.

Confundem, por exemplo, o pronome relativo « QUI » com o pronome relativo « QUE » e permanecem cometendo esse mesmo erro, não raro repetidas vezes dentro de uma única atividade.

Perceba quais são as suas dificuldades. Encare de frente o que deve ser melhorado e tenha contato frequente com o idioma.

💡Ainda não conhece a professora Gilda Gama?

Temos uma série de vídeos no canal do Clipping para que você conheça melhor a didática da professora, além de revisar vários pontos importantes da gramática francesa. Gilda já bateu um papo sobre os pronomes relativos por lá!

▶️  É só ir até a playlist Francês CACD no YouTube.

 

O que fazer antes da segunda fase?

Nesse momento, você deve fazer pelo menos uma atividade no mesmo formato da prova  sendo resumo ou versão, todas as semanas, além das leituras frequentes. A escolha dos textos é importante para que você se habitue ao registro culto do idioma (cobrado na prova!).

Uma dica para o contato diário mais breve é ouvir podcasts de notícias em francês, como o excelente Journal en français facile, da rádio RFI.

Nesse jornal os locutores falam mais lentamente. Assim, você percebe melhor as palavras (contribuindo na consolidação do seu vocabulário). Preste especial atenção ao uso dos conectores lógicos, tão importantes na prova do CACD.

💡 Então, são 10 minutinhos por dia. Você coloca isso no seu cronograma e dá para fazer.

Depois, quando você passar no TPS, não ter deixado para revisar tudo em cima da hora vai ser um grande alívio, além de um diferencial na preparação.

Segundo módulo de Francês para o CACD 2019

Essas são as minhas recomendações para essa preparação final e todos aqueles que fazem o curso de francês comigo na plataforma de Clipping terão uma atenção especial.

Começará na quarta-feira o segundo módulo de Francês para o CACD 2019. O curso será composto por uma parte teórica e outra prática. O intuito do curso será apresentar todos os recursos necessários para proporcionar uma melhora na produção textual.

Por isso, dentro das oito semanas de curso, nós teremos atividades no modelo da prova. Além de uma revisão gramatical focada nas relações lógicas para trazer mais coesão para o seu texto. Assista ao vídeo abaixo para entender melhor como funcionará o curso.

Saiba tudo sobre o curso de Francês para o CACD | Faça já a sua matrícula


  • Gilda Gama
    Gilda Gama

    Gilda Gama é professora, tradutora e intérprete de francês há quinze anos. Em 2003 graduou em Direito e em 2006 especializou-se em Direito Internacional. Trabalhou de 2002 a 2006 no CEDIN – Centro de Direito Internacional. Foi coordenadora da pesquisa e tradução da jurisprudência da Corte Internacional de Justiça (referente ao período de 1945 a 2005) na publicação “A Corte Internacional de Justiça e a construção do Direito Internacional”. Há dez anos prepara candidatos para o CACD. | GildaGama.com


Gilda Gama
Gilda Gama

Gilda Gama é professora, tradutora e intérprete de francês há quinze anos. Em 2003 graduou em Direito e em 2006 especializou-se em Direito Internacional. Trabalhou de 2002 a 2006 no CEDIN – Centro de Direito Internacional. Foi coordenadora da pesquisa e tradução da jurisprudência da Corte Internacional de Justiça (referente ao período de 1945 a 2005) na publicação “A Corte Internacional de Justiça e a construção do Direito Internacional”. Há dez anos prepara candidatos para o CACD. | GildaGama.com