Como criar uma rotina de estudos em 6 passos simples!

  • Pedro Soares
    Pedro Soares
    08/07/2020 . min de leitura
Como Criar Uma Rotina de Estudos

A realidade do dia a dia de quem se dedica aos estudos, seja para passar no Enem ou em um concurso público, exige dedicação, empenho e planejamento. 

A jornada de estudos é repleta de desafios. Você abre mão de atividades de lazer, passa horas lendo mais e mais conteúdos… enfim, inúmeros processos que são exigidos para ter sucesso nas provas. 

A pergunta de 1 milhão de dólares para quem está nessa vida é: como criar uma rotina de estudos que concilie todos os conteúdos que precisam ser estudados com todas as outras atividades do dia?

Essa dificuldade não é só sua. Na verdade, todas as pessoas que começam a estudar têm esse mesmo desafio. E, é claro, há um caminho não muito sinuoso para superá-lo.

Quer ver? A gente conta. 

Nesse post, você encontra as seguintes seções:

Veja por que se ter uma rotina de estudos

  1. Analise seu dia a dia
  2. Estabeleça prioridades
  3. Crie uma agenda 
  4. Tenha um local de estudos
  5. Prepare materiais
  6. Defina metas

Siga com métodos as dicas de como criar uma rotina de estudos

Veja por que se ter uma rotina de estudos

A rotina é um plano de seu dia, semana, mês e, por que não, do ano. 

Ela precisa englobar todas as suas atividades de forma organizada, de modo que você consiga cumpri-las sem deixar de fazer nada que realmente precise. 

A rotina orienta o seu plano de estudo e o torna produtivo. Determina tempo e prazos, sempre de acordo com a sua prioridade. 

Ela também precisa incluir atividades que não sejam de estudo. Precisa limpar a casa? A sua rotina de estudos deve ser baseada nisso! 

A rotina, portanto, nada mais é do que um cronograma que leva em conta o seu dia, as suas prioridades e o seu objetivo. 

E para saber como montar uma rotina de estudos, a gente preparou um passo a passo simples e prático. Para que você consiga aplicar, sem dificuldades, um plano completo e que atenda a todas suas necessidades. 

1. Analise seu dia a dia

Para saber como criar uma rotina de estudos, é preciso ter em mente todas as suas obrigações do dia. 

Se você ainda é estudante, precisa ir até a escola? Estuda por conta própria, frequenta cursos ou grupos de estudo?

Tem alguma outra atividade que não é necessariamente de estudo para seu objetivo, como tarefas domésticas e treinos de algum esporte? 

Todos esses compromissos precisam estar bem definidos para que sua rotina de estudos não seja comprometida por eles. 

Crie um calendário com todas essas tarefas, uma agenda estratégica para ter mais eficiência nos estudos. 

E o que não faltam são ferramentas que podem te ajudar com isso, como o Google Agenda

2. Estabeleça prioridades

Você já sabe exatamente o que precisa fazer numa semana, por exemplo. Agora, é fundamental que você tenha uma prioridade bem clara. 

E quando falamos de um plano de estudo, levamos em consideração que seu objetivo é estar melhor preparado para uma prova ou um concurso. 

Portanto, sim: será preciso avaliar a necessidade de exercer ou não alguma tarefa de seu dia a dia. Afinal, sua rotina de estudo não deve apenas preencher buracos entre uma atividade e outra. 

Pelo contrário, ela é quem moldará todo o seu dia depois de definida. Então, essa é a hora de refletir sobre o que pode ser deixado de lado para ser mais produtivo nos estudos.

3. Crie uma agenda 

Esses dois últimos passos fazem você ter plena capacidade de poder criar uma agenda bem determinada para estudar. 

Estamos falando de literalmente você colocar toda a sua rotina em um papel (ou em uma plataforma on-line), definir horários e seguir à risca!

Você precisa levar em consideração todas as disciplinas que devem ser estudadas. Pense também, caso for prestar algum concurso, nos pesos das matérias. 

Ainda, se você se desloca para ir até a escola, curso ou grupos de estudos, lembre-se de colocar esse tempo também. 

Coloque tudo isso em calendário à vista, pode caprichar na criatividade, mas não esqueça da efetividade de sua agenda. 

Se você é tech demais para usar um calendário físico, experimente o Google Agenda, ele engloba todas as suas atividades e ainda te lembra de determinados compromissos com lembretes pré-determinados.

Existem outras ferramentas, como Trello e Asana, que permitem você integrar sua rotina, adaptá-la ao longo do tempo e ainda colocar como está o processo de toda a jornada de estudos. 

4. Tenha um local de estudos

Se você quer saber como criar uma rotina de estudos, então escolha também um bom lugar para passar seu dia. 

Ter um local próprio para estudar deixará sua produtividade melhor, já que você se concentra mais, tem menos fatores que atrapalham o rendimento e pode organizar o seu material. 

Se estudar em casa é a sua realidade, opte por cômodos que não tenham movimentação e que sejam silenciosos. Tente mantê-lo fechado para que as demais pessoas que moram com você entendam que está ocupado.

Agora, não é o seu caso dividir a casa com mais alguém? Ótimo, mas não abra mão de um espaço próprio e que não seja em qualquer cômodo. Ele precisa respeitar todas essas regras para ter uma produtividade efetiva e manter a organização. 

Aliás, a organização é fundamental nesse espaço. Desde a mesa onde você lê as matérias e escreve, até a ordenação de livros e demais matérias. Tudo precisa estar em seu devido lugar para que você não perca tempo procurando. 

Outro fator importante é a iluminação e a temperatura. A luz deve ser adequada, deixando sua vista confortável e o ambiente arejado, mantendo equilíbrio para que não seja nem muito frio, nem muito quente.

Por fim, invista em conforto no local. Cadeira e mesas de tamanho adequado e que permitam uma boa ergonomia.

5. Prepare materiais

É impossível você ter um estudo efetivo sem ter o que estudar. Estamos falando sobre todos os materiais cobrados em edital ou na ementa de uma prova. 

É claro que sua rotina não será boa se você precisa parar para procurar esse material só quando for estudar ele. Ora, o tempo que você usará para procurar deveria ser aplicado para estudar, não é mesmo?

Por isso, antes de realmente começar a jornada, pesquise bibliografias, leia editais, repasse seus livros e conteúdos que já possua. 

Prefere baixar pela internet? Ótimo, faça isso tudo de uma vez. Deixar para depois será dispendioso de tempo e ainda te dará gatilho para navegar pela internet e sabe lá quando você voltará à órbita. 

Outro tipo de material muito usado para estudar são as provas anteriores da mesma banca que aplicará o concurso que você prestará. Alguns sites disponibilizam esses documentos e eles são excelentes para ir treinando o grande dia. 

Por isso, os baixe também e os estude quando for conveniente. 

6. Defina metas

Sua rotina precisa ser um plano para alcançar algo. Por isso mesmo, você precisa estipular objetivos. Eles servirão para alcançar o objetivo maior, que é estar preparado para a prova e obter o resultado esperado.

As metas servirão para ser produtivo, mas também servem de motivação para o dia a dia. Elas precisam ser objetivas, claras e atingíveis, afinal, você não pode se cobrar por algo que é inalcançável.

Você pode estabelecer metas diárias, semanais e mensais. Dessa forma, perceberá que sua rotina funciona, que sua produtividade está boa e se sentirá motivado a seguir com seu cronograma e planos de estudos.

E para se motivar ainda mais, premie-se a cada objetivo alcançado. Permita-se a pequenos “luxos” que, no dia a dia, você não consegue ter. Desse jeito, a motivação será maior. 

Siga com métodos as dicas de como criar uma rotina de estudos

Agora que você já viu quais são os passos mais simples para saber como fazer uma rotina de estudos, percebe que tudo dependerá de muita dedicação e foco, certo?

As dificuldades para se estudar sempre existirão, os gatilhos para se dispersar, desistir e que tiram sua concentração sempre estarão ao seu lado. 

Mas a melhor “arma” para lutar contra esses inimigos é de fato um autocontrole que tenha em mente um objetivo maior, que é estar preparado para passar em uma prova ou assumir a vaga em um concurso.

Todos esses passos que você leu aqui te ajudarão definir como criar uma rotina de estudos, mas, tem um ingrediente que pode ser ainda um baita reforço ao seu dia a dia: os métodos de aprendizado.

Os métodos são práticas estratégicas para ter uma melhor eficiência na hora de aprender, de fato. 

Mais do que uma rotina bem consolidada, você precisa ter técnicas que te permitem melhorar seu desempenho, administrar melhor seu tempo e com ferramentas que ajudem em seu foco. 

Por isso, agora que já sabe como criar uma rotina de estudos, que tal ler sobre 7 métodos, com dicas de técnicas e ferramentas? O texto será mais um suporte para o seu dia a dia!

Curtiu o conteúdo? Tem alguma dica para compartilhar com a gente? Então, deixe seu comentário e compartilhe esse conteúdo com aquela pessoa que precisa dessas dicas para ontem! 😉


  • Pedro Soares
    Pedro Soares

    Pedro é estudante de Administração e atua nos times de Marketing e Comercial do Clipping!


Pedro Soares
Pedro Soares

Pedro é estudante de Administração e atua nos times de Marketing e Comercial do Clipping!