Melhor horário para estudar: será que existe?

  • Pedro Soares
    Pedro Soares
    15/07/2020 . min de leitura
Melhor horário para estudar

A rotina de estudos requer muita estratégia para ser o mais produtivo possível nas horas de dedicação. 

Além de ter ambientes próprios para estudo, algumas pessoas preferem fazer isso em determinados momentos do dia. 

Isso porque a hora que você estuda pode significar uma qualidade melhor do aprendizado. Mais do que propriamente estudar muito, essas pessoas conseguem estudar melhor ao longo do dia porque se dedicam mais em um determinado momento. 

Mas, como achar o melhor horário para estudar?

Se é possível dar uma resposta para essa pergunta seria: é impossível determinar isso de imediato. 

Há questões de rotina e até mesmo fisiológicas a se levar em conta. 

Portanto, para te ajudar a encontrar os melhores horários para você estudar, preparamos um conteúdo bem elucidativo e prático. 

Acompanhe!

Nesse post, você encontra as seguintes seções:

Por que ter um horário específico para os estudos?

O que é ciclo circadiano e o como ele te ajuda a encontrar o melhor horário para estudar?

2 passos para identificar o melhor horário para estudar

  1. Observe seus níveis de energia
  2. Faça os questionários matutino-vespertino

Dicas práticas para ser mais eficiente e potencializar seus estudos

Como estudar mais, em menos tempo?

Por que ter um horário específico para os estudos?

Ter horários certos para estudar é importante por diversos motivos. O primeiro é que você precisa ter uma rotina bem determinada para estudar. 

Uma rotina que você respeite e que respeite a sua capacidade e disponibilidade. Isso significa que não é a qualquer hora e nem em qualquer lugar que você irá se dedicar aos estudos.

O horário específico para estudar respeita também a sua disposição. Porque não é possível fazer isso quando se está esgotado, cansado depois de um dia muito intenso de trabalho, por exemplo.

Ter a hora certa para estudar significa também ter disposição e energia para aprender. 

Por isso, é fundamental entender um pouco mais sobre seu ritmo metabólico. 

Ou melhor, o seu ritmo circadiano. 

Dicas práticas para ser mais eficiente e potencializar seus estudos

O que é ciclo circadiano e o como ele te ajuda a encontrar o melhor horário para estudar?

Para falar sobre o horário que você pode render mais nos estudos, é preciso aprofundar o assunto para a parte fisiológica.

Até porque, a rotina de estudos requer o funcionamento perfeito de todo o seu corpo e envolve todo o metabolismo de seu organismo. 

O nosso corpo produz determinados hormônios e libera mais energia dependendo da hora e do dia. 

E nesse aspecto, é preciso falar sobre o ciclo circadiano, que você pode chamar também de relógio biológico.

Ele pode ser definido como o ritmo de alterações que ocorrem no metabolismo humano. Inclusive a distribuição de energia ao longo do dia. E isso não é um padrão.

Cada pessoa tem o seu ciclo circadiano. Porém, alguns aspectos externos, e inerente a todos, ajudam a regular esse ritmo. E um deles é a iluminação do ambiente. 

O sol é o responsável pela luz natural, certo? O seu relógio se baseia na quantidade de luz para liberar certos hormônios, como por exemplo o cortisol, que geralmente é liberado pela manhã. 

O cortisol é responsável por, entre outras coisas, manter equilibrada a pressão arterial e outras atividades metabólicas que dão energia ao nosso corpo, te deixando mais ativo. Ao longo dia, ele diminui, bem como a disposição. 

Já a melatonina está relacionada ao sono e ela é ativada principalmente em ambientes escuros. 

Mas, falar desses dois hormônios, principalmente, é falar apenas de uma parte que influencia o ciclo circadiano. Há mais aspectos a serem levados em consideração. 

O sono é outro fator que influencia no seu ciclo circadiano. Já que ela ajuda a regular a liberação desses dois hormônios. 

Nesse sentido, é possível observar três tipos de indivíduos:

  • Os matutinos: dormem cedo e acordam cedo e, por isso mesmo, tem melhor rendimento pela manhã.
  • Os vespertinos: dormem tarde e acordam tarde, por volta do início da madrugada e meio da manhã, respectivamente. Isso significa que seu rendimento é melhor à tarde.
  • Os indiferentes: aqueles que são mais influenciados pelo sua rotina no dia a dia, portanto, conseguem ser produtivos em qualquer horário. 

Percebe como é complexo encontrar uma cartilha pronta para te dar a resposta certa sobre o melhor horário para se estudar? Você pode ser um indiferente e funcionar mais à noite, por exemplo, mesmo a melatonina sendo mais liberada, normalmente, nesse período do dia. 

Se você não consegue perceber em qual perfil você se encaixa, a gente te indica alguns passos que podem fazer você encontrar o seu horário para estudar. 

Eles precisam de muita atenção e análise. Veja só. 

2 passos para identificar o melhor horário para estudar

Ainda que seja uma tarefa que requer muito da sua atenção, para algo que não tem uma resposta certa, encontrar o seu melhor horário para estudar passa por práticas simples. 

Para realizar cada uma, esteja atento aos seus horários e produtividade ao longo do dia. Confira. 

Observe seus níveis de energia

Para encontrar seu melhor horário para estudar, anote quais as horas de estudo e veja como foi sua produtividade neles. 

Você precisa fazer isso por pelo menos 15 dias, para ter uma melhor eficiência no resultado. 

Crie um diário, anote em algumas plataformas on-line, as mesmas ferramentas que você utiliza para criar o seu plano de estudo

Essas anotações te ajudarão a entender quais são os melhores horários para estudar cada matéria, de acordo com a sua disposição e a facilidade que tem para entender cada uma delas.

Faça os questionários matutino-vespertino

Esses questionários são baseados em alguns estudos que ajudam a entender o ciclo circadiano de cada pessoa. 

Eles são bem simples e ajudam a traçar, de maneira mais rápida do que o passo anterior, qual é o seu perfil de rendimento ao longo do dia. 

São perguntas em que a resposta dependerá mesmo de sua rotina e de suas preferências de sono, por exemplo. 

Mesmo que esses questionários ajudem a encontrar esse perfil, não deixe de perceber, em seu dia a dia, como é a sua disposição. Leve em consideração as atividades fora dos estudos, como exercícios físicos. 

Dicas práticas para ser mais eficiente e potencializar seus estudos

Depois de todo esse processo de autoconhecimento, você pode encontrar os melhores horários para estudar. 

Mas, algumas dicas podem fazer você render ainda mais e ajudar a potencializar o seu estudo no momento mais adequado. 

Para os matutinos

Se você descobriu que é de manhã que o seu ritmo é mais frenético, veja essas dicas: 

Faça café da manhã 

Alimentar-se é uma dica fundamental para qualquer tipo de rotina. E um café bem balanceado te dará mais energia para mais horas produtivas até o almoço. 

Tome chás ou café

Chás e cafés são bebidas energéticas que contribuem para a disposição. Elas ajudam a dispersar melhor aquele “restinho” de sono que temos ao acordar. 

Agora, se nenhuma das duas bebidas lhe fazem bem, procure outras opções energéticas, como sucos verdes. O importante é ingerir energia!

Estude as matérias mais complexas primeiro

Pela manhã, sua mente está mais descansada e, por isso mesmo, mais propensa a estudar conteúdos mais complexos.

Seu foco será melhor e a luz natural da manhã ajudará a não ficar cansado para as demais disciplinas que estão por vir no resto do dia. 

Para os vespertinos

Agora, se é à tarde que você voa nos estudos e na concentração, veja umas dicas bem legais.

Maneire no almoço

Como você pode ter lido no tópico dos matutinos, refeição é importante sempre. Porém, de maneira balanceada.

E para render melhor à tarde, é importante evitar comidas muito pesadas, gordurosas e que exigirão que seu metabolismo trabalhe mais na digestão dos alimentos. Por isso, opte por comidas leves! 

Faça sesta!

O famoso cochilo depois do almoço pode ser aplicado em qualquer tipo de perfil, porque ele dá uma descansada na mente e, ainda, ajuda a absorver o que você estudou até então. 

Mas, para você que rende mais à tarde, esse descanso fará repor as energias para ser ainda mais produtivo. Fará você se sentir com mais vigor e menos cansaço ao final do dia. 

E depois, tome banho!

Um banho, de preferência gelado, fará que você fique mais alerta e desperto. Ainda mais se for um dia de calor, quando temos propensão a gastar nossa energia mais rápido.

Para os indiferentes

Se para você o seu dia a dia permite uma concentração mais maleável, é capaz que as dicas anteriores atendam. Mas, faltam algumas para a noite, que acaba sendo o melhor horário  para estudar para aqueles que trabalham ao longo do dia. 

Pegue leve na janta

Assim como no almoço, comidas pesadas no jantar podem contribuir para o aumento da sonolência. Pior: somadas ao cansaço acumulado ao longo do dia, tornam-se um grande inimigo da disposição para os estudos no período da noite.

Portanto, a regra é apenas uma: busque ingerir alimentos leves!

Aproveite a falta de barulho

Uma das vantagens em se estudar à noite é a falta de ruídos do dia a dia. Por isso, a casa estará menos movimentada, a rua não terá buzinas ou carros passando.

Se você mora sozinho, não terá muito problema com barulhos. Mas, se mora com mais gente, avise de sua necessidade e peça que respeite. 

Tome cuidado com a iluminação

Aqui, é um problema inerente à esse período do dia. A luz artificial deverá ser mais usada e, inevitavelmente, deixará sua vista ainda mais cansada. A dica é ter descansos mais recorrentes. Use a técnica pomodoro para isso. 

Tente também manter o ambiente bem iluminado. Um único ponto de iluminação, como o computador em um quarto escuro, fará sua vista focar em um centro e isso levará a um maior cansaço.

Como estudar mais, em menos tempo?

Com esse texto, você percebeu que, apesar de não existir uma regra única para todas as pessoas, é possível sim encontrar o seu melhor horário para estudar. 

Aproveite as outras dicas para potencializar esse horário e nunca se esqueça de manter o corpo ativo como um todo, com uma alimentação bem balanceada e exercícios físicos. 

Agora, se você quer saber como estudar mais em menos tempo, temos um conteúdo que cairá como uma luva, com 15 dicas de estudos bem produtivas! Aproveite!

Gostou das nossas dicas? Então deixe seu comentário e não esqueça de compartilhar o conteúdo com aquele amigo ou amiga que deseja melhorar os rendimentos nos estudos, assim como você! 


  • Pedro Soares
    Pedro Soares

    Pedro é estudante de Administração e atua nos times de Marketing e Comercial do Clipping!


Pedro Soares
Pedro Soares

Pedro é estudante de Administração e atua nos times de Marketing e Comercial do Clipping!