Sono na hora de estudar? 9 dicas práticas que funcionam!

  • Pedro Soares
    Pedro Soares
    05/08/2020 . min de leitura
Pessoa com sono na hora de estudar

Estudar requer muitos esforços. E dentre os mais variados desafios está o famoso sono na hora de estudar. Você pode até dormir de 7 a 9 horas por dia, mas não adianta: a sonolência sempre aparece para atrapalhar sua rotina. 

Mas, afinal, por que isso acontece, mesmo quando na teoria se está completamente descansado?

A verdade é que os motivos para que isso ocorra são os mais diversos e é preciso, antes de mais nada, saber pontualmente o que provoca o sono, para então combatê-lo.

Até porque, o sono pode derrubar sua produtividade, fazendo com que você revise mais do que o necessário só porque deu uma “pescada” durante uma videoaula ou deu uma piscada maior durante a leitura de uma apostila.

Será que só uma xícara de café resolve? Ou é preciso aumentar ainda mais as horas de sono à noite?

Esse diagnóstico é complexo, por isso, continue a leitura e veja como driblar o sono na hora de estudar.  

E se sentir sono ao longo da leitura, sem pressa. Faça uma pausa para uma água ou um café e volte em seguida. 😉

Nesse post, você encontra as seguintes seções:

Veja 9 formas de driblar o sono na hora de estudar

  1. Durma bem
  2. Beba água!
  3. Determine pausas durante o estudo
  4. Tenha um ambiente de estudo adequado
  5. Estude matérias diferentes ao longo do dia
  6. Permita-se a uma cochilada após o almoço
  7. Alimente-se bem
  8. Considere ir ao médico
  9. Descubra qual o melhor horário para você estudar

Veja 9 formas de driblar o sono na hora de estudar

1. Durma bem

É claro que a primeira dica para se conseguir evitar o sono na hora de estudar é dormir adequadamente. 

Muitos especialistas indicam que 6 horas bastam. Outros, a partir de 8h. A verdade é que você precisa dormir bem para poder render ao longo das horas de estudo e para isso, é preciso realmente desligar na cama.

Livre-se de eletrônicos como computador ou celular. Talvez um livro para motivar o sono sem usar luz artificial que esses aparelhos emitem. 

O sono é importante não apenas para o seu bem-estar, mas também no aprendizado, já que é nesse momento que o cérebro memoriza melhor as informações que ele absorveu ao longo do dia. 

Por isso, durma para não ter sono no dia e para aprender melhor também.

2. Beba água

“Não seria melhor café?”

O cafezinho ajuda, mas deixemos ele para depois. A dica é para reforçar a importância da água para seus estudos. 

É um pouco óbvio falar de quão fundamental ela é em nossas vidas, mas é sempre bom lembrar que um corpo sadio é garantia que tudo em você funciona bem. 

E a água é primordial para os processos nessa máquina chamada corpo. Basta lembrar que ele é 70% formado dela. 

Sendo mais objetivo, a água ajuda na oxigenação, o que permite uma comunicação melhor entre os neurônios em seu cérebro e, por isso mesmo, a memorização é melhor. 

Bom, e no que ele ajuda a evitar no sono? A fadiga, muitas vezes, é um indício que você pode estar desidratado. Não que a água será a sua fonte de energia para o dia todo, apenas. Mas ela ajuda muito a evitar esse cansaço profundo. 

Não precisa trocar o café – aliás, ele bem dosado ajuda, claro! – mas não troque a água por ele. Tenha sempre um copo por perto e não espere sentir sede para dar uma boa golada. 

3. Determine pausas durante o estudo

Não se engane achando que fazer pausas torna sua rotina menos produtiva. Pelo contrário. Entre uma matéria e outra sempre tente parar, seja para fazer alongamentos, para tomar um café, regar as plantas…

Independentemente do que for fazer, use essas pausas para realmente focar em outra atividade que não seja os estudos. 

Para não abusar desse tempo, use algumas técnicas como o Pomodoro, determinando os períodos de descanso e o de estudar. 

4. Tenha um ambiente de estudo adequado

Todo mundo que estuda em casa deve ter um lugar apropriado para isso. Um canto em que reina a tranquilidade, onde está tudo o que você precisa para aprender e que outras pessoas respeitem para você ter o máximo de sossego e para não perder a concentração. 

Além da tranquilidade, há outros requisitos a serem respeitados. Como por exemplo, a iluminação. O local de estudos deve ser claro. Além de permitir que a vista se canse menos, é possível ainda se espantar o sono com ela. O cérebro entende a luz clara como dia, por isso, se manterá ativo por mais tempo. 

Outro fator é o conforto. Obviamente, o local de estudo deve ser um local em que você se mantenha por mais tempo de maneira agradável e que não o desgaste. Por outro lado, muito conforto pode ser o gatilho para o corpo se relaxar e querer “desligar” um pouco. 

Permaneça sentado, evite baixar a cabeça até a mesa onde estuda. Deitar em sofá ou na cama, nem pensar! 

5. Estude matérias diferentes ao longo do dia

Estudar a mesma matéria em um único dia não é recomendado por vários motivos. E um deles certamente é porque, uma hora ou outra, seu cérebro começará a se “entediar” com ela. 

Tente variar as matérias ao longo do dia, priorizando aquelas mais densas na hora em que você se sente mais alerta e que dificilmente cairá no sono. 

Faça um plano de estudo em que as matérias ao longo do dia sejam as mais diversas, de áreas distintas, para que seu cérebro consiga sempre estar atento ao novo. E também para praticar a interdisciplinaridade, que aumenta ainda mais a eficiência do estudo.  

6. Permita-se a uma cochilada após o almoço

São poucos os sortudos que conseguem voltar à toda após um almoço, por mais leve que ele seja. É natural, afinal, seu organismo está trabalhando mais “pesado” por conta da digestão e, por isso, gastando mais energia. 

Esse tempo de cochilo não pode ser muito longo, claro, mas por mais curto que ele seja, pode ser determinante para voltar aos estudos à tarde mais renovado e disposto a seguir a rotina sem vontade de cair no sono. 

7. Alimente-se bem

Aliás, a alimentação em si é fundamental para sua saúde e isso não pode ser desconsiderado na hora de estudar. 

Cada corpo é habituado a uma rotina alimentar e é importante respeitar o seu para se manter sadio e por muito tempo com energia. A fome, além de deixar você fraco, tirará sua concentração e tornará seu estudo menos produtivo.

O equilíbrio entre uma refeição e outra impedirá que você fique com muita fome ao longo do dia e não deixará que o sono venha por conta de uma comida pesada.  

8. Considere ir ao médico

Se você já tentou de todas as formas espantar o sono na hora de estudar e não conseguiu, talvez o problema seja mais complexo do que imaginava. 

Acontece que muita gente possui o distúrbio do sono, pessoas que mesmo dormindo bem, acordam cansadas e indispostas. Às vezes, é uma consequência da ansiedade, que leva a se ter insônia, por exemplo. 

Nesse caso, o melhor a se fazer é procurar uma ajuda médica. 

9. Descubra qual o melhor horário para você estudar

Dificilmente você encontrará uma cartilha completa que te indicará qual o melhor horário para estudar. Na verdade, quem diz isso é você mesmo.

Porém, isso não é lá tarefa muito fácil, por mais que pareça. O sono na hora de estudar pode ser, inclusive, um indicativo que você não sabe o melhor horário para aprender. 

Por isso, é fundamental que você investigue isso analisando seu desempenho ao longo de um período. É natural, por exemplo, que ao final do dia, seu cansaço bata e o sono apareça, ainda mais se no restante do dia você se dedicou a algo realmente desgastante. 

E, por isso, temos uma dica especial para você que quer encontrar o melhor horário para estudar. O texto do link é uma série de sugestões que você pode realizar em casa para achar o seu ritmo, de acordo com o período do dia. Quem sabe, ainda, isso não espanta o sono na hora de estudar?! Aproveite! 

E aí, já tentou aplicar alguma dessas dicas no seu dia a dia? Conta pra gente um pouco sobre os resultados nos comentários!


  • Pedro Soares
    Pedro Soares

    Pedro é estudante de Administração e atua nos times de Marketing e Comercial do Clipping!


Pedro Soares
Pedro Soares

Pedro é estudante de Administração e atua nos times de Marketing e Comercial do Clipping!