Como é a carreira no Tribunal Regional do Trabalho (TRT)?

  • Clipping
    27/02/2019 . 11 min de leitura
carreira trt

Olá, amigos do Clipping!

Você sabe como funciona a carreira de um concursado do Tribunal Regional do Trabalho?

Já temos um post em nosso blog, onde falamos um pouco de tudo sobre o TRT. Agora, neste post, temos o objetivo de falar de forma mais aprofundada sobre a carreira no TRT: os cargos disponíveis, os requisitos para ocupá-los e as funções a serem exercidas pelos nominados. Você também vai conhecer o plano de carreira para cada uma das categorias que compõem os Tribunais Regionais do Trabalho. Vamos nessa?

Fizemos este sumário abaixo para te ajudar se guiar pelo conteúdo:

  1. Técnico Judiciário do TRT
  2. Analista Judiciário do TRT (Área Judiciária)
  3. Analista Judiciário do TRT (Área Administrativa)
  4. Vale a pena seguir carreira no TRT?

Cargos de nível médio do TRT

Vamos começar por ele, o cargo mais concorrido do TRT: Técnico Judiciário. Por se tratar de uma função que cobra apenas o nível médio – ou seja, a conclusão do ensino médio ou um curso técnico, ambos reconhecidos pelo Ministério da Educação (MEC) – o cargo coleciona a maior parte das inscrições do concurso.

Técnico Judiciário do TRT

Prestar apoio técnico, arquivar documentos e atender os públicos interno e externo fazem parte dos afazeres desse profissional. Veja agora os detalhes completos sobre a função.

 

Quais são as atividades diárias de um Técnico Judiciário do TRT

  • Prestar apoio técnico e administrativo pertinente às atribuições das unidades organizacionais.
  • Executar tarefas de apoio à atividade judiciária.
  • Arquivar documentos.
  • Efetuar tarefas relacionadas à movimentação e à guarda de processos e documentos.
  • Atender ao público interno e externo.
  • Classificar e autuar processos.
  • Realizar estudos, pesquisas e rotinas administrativas.
  • Redigir, digitar e conferir expedientes diversos.
  • Executar outras atividades de mesma natureza e mesmo grau de complexidade.

 

Quais são as funções de um Técnico Judiciário do TRT

A função de um Técnico Judiciário é manter o processo ativo até que ele vá ao tribunal, dando apoio durante o caso.

 

Como é a jornada de trabalho de um Técnico Judiciário do TRT

De acordo com o edital, são 40h semanais, geralmente entre 11h e 18h ou 12h e 19h. No entanto, alguns setores são autorizados a trabalhar pela manhã. Além disso, o nomeado pode optar por trabalhar 7 horas diárias, sem pausa para o almoço. Nesse caso, ele reduz a jornada para 35h semanais.

 

Quais são os requisitos para se tornar um Técnico Judiciário do TRT

Além dos requisitos gerais para concorrer ao cargo, os candidatos a Técnico Judiciário precisam ter um certificado de conclusão do ensino médio ou curso técnico reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).

 

Como funciona o plano de carreira de um Técnico Judiciário do TRT

A carreira dos Técnicos é dividida entre as Classes A, B e C, além de 13 Padrões. Quando nominado, ele começa na Classe A, Padrão 1. A partir daí ele tem uma progressão contínua, avançando um Padrão anualmente. A Classe só muda em caso de promoção. Ao fim da carreira, você deve estar na Classe C, 13º Padrão.

 

Qual é o salário de um Técnico Judiciário do TRT

Veja a tabela completa com a progressão salarial:

Cargo Classe Padrão Valor do VB Valor da GAJ Salário Total
Técnico Judiciário
C
13 R$ 4.749,33 R$ 6.649,06 R$ 11.398,39
12 R$ 4.611,00 R$ 6.455,39 R$ 11.066,39
11 R$ 4.476,70 R$ 6.267,37 R$ 10.744,07
B
10 R$ 4.346,31 R$ 6.084,83 R$ 10.431,14
9 R$ 4.219,71 R$ 5.907,60 R$ 10.127,31
8 R$ 3.992,16 R$ 5.589,03 R$ 9.581,19
7 R$ 3.875,88 R$ 5.426,24 R$ 9.302,12
6 R$ 3.763,00 R$ 5.268,20 R$ 9.031,20
A
5 R$ 3.653,40 R$ 5.114,75 R$ 8.768,15
4 R$ 3.546,98 R$ 4.965,78 R$ 8.512,76
3 R$ 3.355,71 R$ 4.697,99 R$ 8.053,70
2 R$ 3.257,97 R$ 4.561,16 R$ 7.819,13
1 R$ 3.163,07 R$ 4428,3 R$ 7.591,37

 

Os nomeados a Técnico Judiciário podem ocupar, também, um cargo em comissão ou em uma função comissionada. Caso ocorra, o servidor recebe um valor adicional pela função, que é adicionado a sua remuneração. Ou seja, o seu salário pode ser ainda mais alto.

Além da remuneração atrativa, os Técnicos nominados contam com auxílio alimentação, plano de saúde e adicional por capacitação. Com o adicional, eles recebem 5% (cinco por cento) a mais caso conquistem o diploma de nível superior. Recebem também:

– 12,5% para aqueles com mestrado ou doutorado.

– 7,5% para aqueles com especializações.

– 1% para aqueles com cursos profissionalizantes com carga horária de, no mínimo, 120 horas.

Cargos de nível superior do TRT

Agora é a vez dos cargos de nível superior. Eles se dividem entre as áreas judiciária e administrativa. A procura aqui prevalece no cargo de Analista Judiciário. O cargo é o segundo mais cobiçado, logo atrás do Técnico Judiciário.

Analista Judiciário do TRT (Área Judiciária)

Quais são as atividades diárias de um Analista Judiciário do TRT

  • Analisar petições e processos.
  • Confeccionar minutas de votos.
  • Emitir informações e pareceres; proceder a estudos e pesquisas na legislação, na jurisprudência e na doutrina pertinente para fundamentar a análise de processo e emissão de parecer.
  • Fornecer suporte técnico e administrativo aos magistrados, órgãos julgadores e unidades do Tribunal.
  • Inserir, atualizar e consultar informações em base de dados.
  • Verificar prazos processuais.
  • Atender ao público interno e externo.
  • Redigir, digitar e conferir expedientes diversos.
  • Executar outras atividades de mesma natureza e mesmo grau de complexidade.

 

Quais são as funções de um Analista Judiciário do TRT

Os analistas da área judiciária são responsáveis pela produção das minutas de decisão e cuidam também de atividades que envolvam o cartório. Sua função está mais ligada às atividades legais, por isso ele precisa dominar o Direito do Trabalho.

 

Como é a jornada de trabalho de um Analista Judiciário do TRT

De acordo com o edital, são 40h semanais, geralmente entre 11h e 18h ou 12h e 19h. No entanto, alguns setores são autorizados a trabalhar pela manhã. Além disso, o nomeado pode optar por trabalhar 7 horas diárias, sem pausa para o almoço. Nesse caso, ele reduz a jornada para 35h semanais. Ah, vale lembrar que, atualmente, alguns TRTs permitem que seus servidores trabalhem de casa em alguns dias da semana.

 

Quais são os requisitos para se tornar um Analista Judiciário do TRT

Além dos requisitos gerais para concorrer ao cargo, os candidatos ao cargo precisam ter diploma de graduação em Direito reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).

 

Como funciona o plano de carreira de um Analista Judiciário do TRT

A carreira dos Analistas é dividida entre as Classes A, B e C, além de 13 Padrões. Quando nominado, ele começa na Classe A, Padrão 1. A partir daí ele tem uma progressão contínua, avançando um Padrão anualmente. A Classe só muda em caso de promoção. Ao fim da carreira, você deve estar na Classe C, 13º Padrão.

 

Qual é o salário de um Analista Judiciário do TRT

Veja a tabela completa com a progressão salarial:

Cargo Classe Padrão Valor do VB Valor da GAJ Salário Total
Analista Judiciário
C
13 R$ 7.792,30 R$ 10.909,22 R$ 18.701,52
12 R$ 7.565,34 R$ 10.591,48 R$ 18.156,82
11 R$ 7.344,99 R$ 10.282,99 R$ 17.627,98
B
10 R$ 7.131,06 R$ 9.983,49 R$ 17.114,55
9 R$ 6.923,36 R$ 9.692,70 R$ 16.616,06
8 R$ 6.550,01 R$ 9.170,01 R$ 15.720,02
7 R$ 6.359,23 R$ 8.902,90 R$ 15.262,13
6 R$ 6.174,01 R$ 8.643,62 R$ 14.817,63
A
5 R$ 5.994,18 R$ 8.391,86 R$ 14.386,04
4 R$ 5.819,60 R$ 8.147,44 R$ 13.967,04
3 R$ 5.505,76 R$ 7.708,07 R$ 13.213,83
2 R$ 5.345,40 R$ 7.483,56 R$ 12.828,96
1 R$ 5.189,71 R$ 7.265,59 R$ 12.455,30

 

Os analistas também podem ter receber uma adição ao salário caso ocupem um cargo em comissão ou em uma função comissionada. Caso ocorra, o valor adicional pela função é adicionado a sua remuneração.

Os Analistas do TRT contam também com adicional por capacitação. Dessa forma, além do salário, auxilio alimentação e plano de saúde, eles recebem:

– 12,5% a mais para aqueles com doutorado.

– 10% a mais para aqueles com mestrado.

– 7,5% a mais para aqueles com especializações.

– 1% a mais para aqueles com cursos profissionalizantes com carga horária de, no mínimo, 120 horas.

Analista Judiciário do TRT (Área Administrativa)

Quais são as atividades diárias de um Analista Judiciário do TRT (Área Administrativa)

  • Realizar tarefas relacionadas à administração de recursos humanos, materiais, patrimoniais, orçamentários e financeiros, de desenvolvimento organizacional, licitações e contratos, contadoria e auditoria.
  • Emitir informações e pareceres.
  • Elaborar, analisar e interpretar dados e demonstrativos.
  • Elaborar, implementar, acompanhar e avaliar projetos pertinentes à área.
  • Elaborar e aplicar instrumentos de acompanhamento, avaliação, pesquisa, controle e divulgação referentes aos projetos desenvolvidos.
  • Atender ao público interno e externo.
  • Redigir, digitar e conferir expedientes diversos.
  • Executar outras atividades de mesma natureza e mesmo grau de complexidade.

 

Quais são as funções de um Analista Judiciário do TRT (Área Administrativa)

Diferentemente do analista judiciário do jurídico, a função do administrativo está ligada ao controle financeiro. Portanto, a função do servidor é elástica e pode ir desde o controle de pessoal ao controle financeiro. Tudo vai depender de sua lotação.

 

Como é a jornada de trabalho de um Analista Judiciário do TRT (Área Administrativa)

De acordo com o edital, são 40h semanais, geralmente entre 11h e 18h ou 12h e 19h. No entanto, alguns setores são autorizados a trabalhar pela manhã. Além disso, o nomeado pode optar por trabalhar 7 horas diárias, sem pausa para o almoço. Nesse caso, ele reduz a jornada para 35h semanais. Ah, vale lembrar que, atualmente, alguns TRTs permitem que seus servidores trabalhem de casa em alguns dias da semana.

 

Quais são os requisitos para se tornar um Analista Judiciário do TRT (Área Administrativa)

Além de cumprir os requisitos gerais para concorrer ao cargo, os candidatos a Analista Judiciário do Administrativo precisam ter diploma de graduação em qualquer área de formação reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

 

Como funciona o plano de carreira de um Analista Judiciário do TRT (Área Administrativa)

A carreira dos Analistas é dividida entre as Classes A, B e C, além de 13 Padrões. Quando nominado, ele começa na Classe A, Padrão 1. A partir daí ele tem uma progressão contínua, avançando um Padrão anualmente. A Classe só muda em caso de promoção. Ao fim da carreira, você deve estar na Classe C, 13º Padrão.

 

Qual é o salário de um Analista Judiciário do TRT (Área Administrativa)

Veja a tabela completa com a progressão salarial:

Cargo Classe Padrão Valor do VB Valor da GAJ Salário Total
Analista Judiciário
C
13 R$ 7.792,30 R$ 10.909,22 R$ 18.701,52
12 R$ 7.565,34 R$ 10.591,48 R$ 18.156,82
11 R$ 7.344,99 R$ 10.282,99 R$ 17.627,98
B
10 R$ 7.131,06 R$ 9.983,49 R$ 17.114,55
9 R$ 6.923,36 R$ 9.692,70 R$ 16.616,06
8 R$ 6.550,01 R$ 9.170,01 R$ 15.720,02
7 R$ 6.359,23 R$ 8.902,90 R$ 15.262,13
6 R$ 6.174,01 R$ 8.643,62 R$ 14.817,63
A
5 R$ 5.994,18 R$ 8.391,86 R$ 14.386,04
4 R$ 5.819,60 R$ 8.147,44 R$ 13.967,04
3 R$ 5.505,76 R$ 7.708,07 R$ 13.213,83
2 R$ 5.345,40 R$ 7.483,56 R$ 12.828,96
1 R$ 5.189,71 R$ 7.265,59 R$ 12.455,30

 

Os analistas também podem ter receber uma adição ao salário caso ocupem um cargo em comissão ou em uma função comissionada. Caso ocorra, o valor adicional pela função é adicionado a sua remuneração.

Os Analistas do TRT contam também com adicional por capacitação. Dessa forma, além do salário, auxilio alimentação e plano de saúde, eles recebem:

– 12,5% a mais para aqueles com doutorado.

– 10% a mais para aqueles com mestrado.

– 7,5% a mais para aqueles com especializações.

– 1% a mais para aqueles com cursos profissionalizantes com carga horária de, no mínimo, 120 horas.

Vale a pena seguir carreira no TRT?

Além um ótimo salário, os servidores conquistam benefícios como auxílio alimentação e bônus salarial pela evolução acadêmica – com cursos educacionais, doutorados e mestrados, por exemplo. E como você pôde ver no post, as vantagens não param por aí. Os selecionados seguem um plano de carreira que garante uma vida estável e um salário que pode alcançar até 19 mil reais no período de 13 anos.

Se você acredita que uma dessas carreiras pode ser a ideal para você, é hora de começar a se dedicar ao concurso. Acesse os matérias que vão contribuir para o seu sucesso, dedique-se a compreender todo o universo do Direito do Trabalho e não deixe de acompanhar o blog. Em breve, vamos publicar mais informações para que você esteja preparado para ingressar no TRT.

Para te ajudar a conquistar esse cargo, veja como a plataforma do Clipping pode te ajudar ao longo da preparação no vídeo abaixo:

Até lá!


  • Clipping

    Uma plataforma de estudos capaz de te ajudar a estudar com autonomia, através de planos de estudo, roteiros de leitura, mapas mentais, resumos e simulados.



Clipping

Uma plataforma de estudos capaz de te ajudar a estudar com autonomia, através de planos de estudo, roteiros de leitura, mapas mentais, resumos e simulados.